26-09-2020
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária
Klas Bergling, pai de Avicii, fez esta semana a sua primeira aparição pública desde a morte do filho, que se suicidou em abril aos 28 anos de idade. Bergling esteve presente na cerimónia de entrega dos prémios Rockbjörnen, realizados anualmente pela publicação sueca Aftonbladet aos melhores artistas do último ano. 

Ao aceitar um prémio em nome do filho, Klas agradeceu aos fãs pelo apoio prestado, não só ao longo dos últimos anos mas especialmente nestes últimos meses. "Obrigado pelas homenagens que fizeram ao Tim e à sua música. Por parte de todos os seus fãs e não só: igrejas, escolas, festivais e muito mais. Tem sido quase incompreensível e tem aquecido os corações de toda a família durante este período difícil. Muito obrigado", disse.

Recorde-se que o DJ e produtor sueco pôs termo à vida no passado dia 20 de abril, em Mascate, capital do sultanato de Omã, onde se encontrava há alguns dias de férias com amigos. Desde o seu desaparecimento e por todo o mundo têm sido registadas inúmeras homenagens, feitas não só por colegas DJs como por fãs do artista.

Avicii atuou três vezes em Portugal: em 2012, em Leça da Palmeira, Matosinhos, em 2013 no festival Sudoeste, na Zambujeira do Mar, Odemira, e em 2016 no Rock in Rio Lisboa, ano em que anunciou que iria deixar de atuar ao vivo.
 
Publicado em Artistas
segunda, 21 setembro 2015 19:32

Faleceu Alan Green, o manager de David Guetta

Alan Green, manager do DJ e produtor David Guetta, faleceu no passado domingo de maneira inesperada, aos 46 anos. O empresário lutava contra a epilepsia há 20 anos, mas até ao momento a causa da morte não foi revelada.
 
Desde 2009 que Alan Green trabalhava com o artista francês, tendo também acompanhado a carreira de Sasha, Dave Clarke e Carl Cox, produzindo eventos como o Bestival, Radio One’s Big Weekend, The Warehouse Project e o festival Creamfields e clubs como Cream (Liverpool) e Tunnel (Glasgow), durante 25 anos no mundo da música. Alan era natural da Escócia.
 
David Guetta lamentou a morte do seu manager através da sua conta oficial do Twitter: “Alan, não consigo acreditar que tu partiste, meu amigo. Obrigado por tudo o que fizeste por mim. Perdi o meu manager e a comunidade da house music perdeu um amante de música. Estou muito triste e envio as minhas condolências a Lainie (esposa), amigos e família.”, afirmou o produtor francês na rede social.
 
Outros grandes nomes do mundo da música eletrónica também já deixaram os seus tesmundos nas redes sociais. “RIP Alan Green. Vamos ter saudades tuas. Uma pessoa verdadeira, um cavalheiro e genuína. Vou guardá-lo como recordação para sempre”, confessou Steve Lawler, segundo o Daily Record.
Publicado em Mix
A última edição do Atmosphere Festival, que decorreu no passado fim de semana, em Rio Grande do Sul, no Brasil, ficou marcado pelas piores razões. O mau tempo que se fez sentir no domingo fez com que a estrutura do palco caísse, matando um DJ e ferindo outras três pessoas.
 
DJ Kaleb é a vítima mortal, um artista brasileiro que percorria vários eventos e festivais de música eletrónica em todo o território brasileiro.
 
A organização do Atmosphere Festival já emitiu um comunicado oficial na sua página de Facebook, onde informa que sempre tiveram atenção com a segurança do público, cumprindo todos os processos e autorizações pedidos pelas autoridades brasileiras.
 
“Estamos desolados, perdemos um amigo, um artista. Nossa prioridade é dar assistência aos feridos e suas famílias. Agradecemos à Brigada Militar e ao Corpo de Bombeiros por toda a assistência”, concluiu a organização do evento na rede social.
 
Publicado em Festivais
Segundo a polícia e os investigadores, a morte de Avicii que aconteceu ontem, no Omã, não foi nenhum crime e quaisquer suspeitas foram excluídas. O corpo do DJ e produtor sueco já foi autopsiado.
 
A fonte anónima revelou à agência France Presse que “não há qualquer pista criminal ligada à morte” de Avicii e que a polícia do sultanato de Omã tem “todas as informações” sobre o falecimento mas “recusa divulga-las”, a pedido da família que já tinha pedido privacidade.
 
Segundo a TMZ, o artista foi visto a bordo de um iate com os seus amigos, visivelmente feliz e saudável, um dia antes da sua morte e durante a sua estadia no Omã tirou algumas fotografias com fãs. Neste momento, o seu irmão, David Berling, está no Omã à procura de respostas. O corpo do artista regressará à Suécia ainda esta semana.
 
Publicado em Artistas
quarta, 10 maio 2017 21:31

Faleceu Robert Miles, lenda do trance

O mundo da música eletrónica internacional acaba de ficar mais pobre. Robert Miles, considerado uma das lendas do trance, faleceu ontem aos 47 anos depois de lutar durante 9 meses contra um cancro.
 
A trágica notícia foi dada pela rádio espanhola OpenLab, fundada pelo próprio artista suíço. O DJ e produtor, cujo nome verdadeiro era Roberto Concina, estava neste momento na ilha espanhola de Ibiza onde residia.
 
Num comunicado oficial publicado pela OpenLab, a estação radiofónica declara que “ele foi forte, determinado, incrivelmente corajoso e fez de tudo o que poderia para lutar contra esta doença terrível. Robert era mais do que um artista. Ele foi um pioneiro, um criador, uma inspiração, um filho, um pai, nosso amigo”.
 
Robert Miles ficou conhecido na área da música eletrónica após o lançamento do hit “Children” em 1994, lançando dois anos depois o seu disco de estreia intitulado de “Dreamland”.
 
Muitos são os artistas que já reagiram à morte de Robert, como é o caso de Armin van Buuren: “Estou em choque com a morte de Robert Miles aos 47 anos. A sua música (e não só a fantástica “Children”) significou muito para mim num tempo em que eu estava a evoluir como artista. Desejo as minhas condolências à sua família e amigos. Obrigado Robert por tudo o que fizeste pela música”.
 
O próximo episódio do radioshow de Armin van Buuren, “A State Of Trance”, vai contar com uma homenagem a Robert Miles.
 
{youtube}6QEPrDBMqJ0{/youtube}
Publicado em Artistas
domingo, 26 agosto 2018 15:51

Morreu o DJ e produtor Razat

Vítima de doença prolongada, o artista português morreu este sábado. A notícia é avançada pela página Crew Hassan. Razat era considerado, por muitos, um dos produtores de música mais versáteis em Portugal. Nas suas atuações criava uma viagem alucinante pela bass music, que considerava um potenciador dinâmico da pista de dança. O DJ atuou no passado sábado no evento "Fresh Liquid Nights" no Time Out Market em Lisboa.

Natural de Lisboa, Baltazar Gallego, criador do projeto Razat, lançou várias músicas exclusivas e EPs por editoras como a Heavy Artillery Recs, Lu10 e Horny Bass Music. Colaborou com diversos artistas como os Dealema, Orelha Negra, Ricardo Gordo, Zeder, Drop Trop, Stereossauro e, com Beatbombers que incluíram a sua faixa "Ready to Get Funky” no set vencedor dos IDA Awards de 2011 e "Crazy" - no set dos IDA Awards 2012. 

À família e amigos, o Portal 100% DJ envia sentidos pêsames.
Publicado em Artistas
Alex Omes, um dos co-fundadores do Ultra Music Festival faleceu hoje, aos 43 anos. Segundo o jornal Miami New Times, a causa da morte ainda é desconhecida.
 
Foi considerado uma das lendas da noite de Miami e criador do Ultra Music Festival, um dos maiores eventos de música eletrónica da atualidade. Alex Omes trabalhou no mundo da noite durante mais de 20 anos e esteve também envolvido em vários eventos com os Swedish House Mafia entre 2011 e 2012, em Miami.
 
A organização do festival americano publicou um comunicado oficial, onde lamenta a morte de Alex Omes: “A organização do Ultra Music Festival presta as mais profundas condolências à família de Alex Omes e estamos tristes com as notícias do seu falecimento. Nós iremos continuar a relembrar e a celebrar o Alex pelo seu amor, paixão e pelos contributos para a comunidade de EDM”.
 
Publicado em Mix
Considerado um dos pioneiros da house music, Frankie Knuckles, faleceu em Chicago aos 59 anos. A causa ainda não foi divulgada.
 
Conhecido como o "godfather" do house, Knuckles começou a atuar como DJ ainda nos anos 70 na garagem de um amigo e em pequenas casas de Nova York. Em 1977 inaugurou a discoteca Warehouse, onde popularizou o seu estilo apelidado portanto de "house", que mais tarde se viria a tornar um estilo musical.
 
Knuckles sofria de problemas de saúde devido à diabetes e no ano 2000 foi-lhe amputado o pé direito após um acidente. Um comunicado oficial sobre a sua morte deve ser emitido durante o dia de hoje.
 
Esta triste notícia espalhou-se entre amigos, fãs e colegas do mundo da música. São vários os artistas que estão a compartilhar as suas memórias através das redes sociais
 
À família enlutada e em nome de todos os fãs portugueses, o Portal 100% DJ envia as mais sentidas condolências reconhecendo que a partir de hoje a música fica mais pobre.
 
 
 

 

 
Publicado em Artistas
Andrew Weatherall, DJ e produtor musical britânico faleceu esta manhã aos 56 anos. Esteve em Lisboa, no ano passado, na Discoteca Lux Frágil.

"Lamentamos profundamente anunciar que Andrew Weatherall faleceu nas primeiras horas desta manhã, segunda-feira, 17 de fevereiro, no Whipps Cross Hospital, em Londres. A causa da morte foi uma embolia pulmonar. Estava a receber tratamentos no hospital, mas infelizmente o coágulo de sangue atingiu-lhe o coração. A sua morte foi rápida e pacífica" escreveu, em comunicado, a agência que representa o artista.

Weatherall foi uma figura-chave no movimento acid house dos anos oitenta e noventa. Era mais conhecido pelo seu trabalho de produção no álbum Screamadelica de 1991 do Primal Scream. Amplamente reconhecido como um dos principais inovadores da música eletrónica no Reino Unido, continuou a trabalhar como DJ até ao seu falecimento.

Depois de Screamadelica, o artista britânico produziu discos para artistas como Beth Orton e One Dove. Além disso, produziu remixes para artistas como Björk, New Order, My Bloody Valentine e Siouxsie Sioux.

Publicado em Artistas
domingo, 24 agosto 2014 19:39

A noite ficou mais pobre

Um acidente vascular cerebral, vulgarmente conhecido como AVC, fez infelizmente mais uma vítima, o empresário da noite portuguesa Hugo Antunes.
 
Dado ao seu profissionalismo e reconhecimento, no meio, não se fala de outra coisa e são muitos os amigos, ou apenas conhecidos, que se juntam à dor desta perda prematura.
 
Hugo Antunes foi promotor de eventos e iniciou a sua carreira na noite como porteiro da Discoteca Coconuts em Cascais. Atualmente era sócio gerente do Alive Bar localizado em Santos, Lisboa.
 
A noite portuguesa fica mais pobre e de luto. Resta-nos apresentar à sua família e amigos as mais sentidas condolências, reconhecendo esta perda como insubstituível. Que descanse em paz.
 
Publicado em Nightlife
Pág. 1 de 3