18-07-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Pára o que estás a fazer! Faz uma pausa na tua vida neste preciso momento. Um dos vídeos mais esperados de sempre acaba de ser divulgado na Internet. O “pós” Tomorrowland apresenta, mais uma vez, incríveis planos de cortar a respiração, no ano em que o tema principal do evento foi o “Elixir da Vida” e teve como artistas no cartaz, a dupla Axwell /\ Ingrosso, Martin Garrix, Dillon Francis, Armin van Buuren, Deorro e Blasterjaxx que durante três dias realizaram os sonhos dos festivaleiros oriundos de 200 paises. O DJ e produtor português Diego Miranda também marcou presença pela primeira vez no festival belga e subiu ao palco “Smash Generation” no sábado dia 23. Pouco depois da sua atuação, falou em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
Em 23 minutos e 8 segundos podemos assistir aos magníficos e irrepetíveis momentos da 13.ª edição do festival Tomorrowland que decorreu nos dias 22, 23 e 24 de julho em Boom, na Bélgica, e, desta forma, deixar-se contagiar pela grandiosidade deste evento eletrónico.
 
Na parte final do vídeo a organização deixa uma mensagem a todos os que fizeram desta uma edição memorável, apelando ainda à união do mundo.
 
“Pessoas do amanhã, obrigado por representarem mais de 200 países num só, unidos numa notável celebração. A todos os artistas pelas suas memoráveis performances, a cada pessoa envolvida, que fez de 2016 uma enorme produção. Tu fizeste o Tomorrowland inesquecível. Guarda essas memórias no teu coração. Vive hoje, ama amanhã, unam-se para sempre”.  
 
Em baixo poderás conferir a track-list do vídeo.
 
 
  • Eric Prydz - Generate
  • Martin Garrix & Third Party - Lions In The Wild
  • Kryder & Eddie Thoneick - The Chant 
  • Dyone - Only Love Can Set-U Free (Bicep Remix)
  • Michael Feiner, Axwell - Mantra 
  • Dimitri Vangelis & Wyman VS Tom Staar - Empire (Original Mix)
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Major Lazer - Hey Baby
  • Alesso & Deniz Koyu - I Wanna Know
  • Green Velvet - Flash (Eats Everything Remix)
  • Moby - Go (Hi Lo Remix)
  • Armand Van Helden - Wings
  • Laidback Luke & Yves V - To The Beat (ft. Hawkboy)
  • Lifelike feat. Chris Menace - Discopolis (Kydus Remix)
  • Armin van Buuren vs Human Resource - Dominator
  • Garmiani - Bomb A Drop
  • Ummet Ozcan - Megatron
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ummet Ozcan - ID
  • Vida - White Flags
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ummet Ozcan - Stay A While
 
Publicado em Tomorrowland
quarta, 18 novembro 2015 23:27

Tomorrowland anuncia datas para 2016

A edição belga e original do Tomorrowland já tem datas. Nos dias 22, 23 e 24 de julho do próximo ano, a cidade de Boom, na Bélgica, volta a receber os festivaleiros de várias partes do mundo, que se juntam apenas por um motivo: a música eletrónica.
 
Ainda sem cartaz definido para a edição belga, vai ser lançado em dezembro o filme “This Was Tomorrow”, que promete retratar os dias vividos naquele festival pelos seus visitantes e também pelos DJs e produtores que sobem aos vários palcos do recinto.
 
A organização do evento, a SFX, tem vindo a sofrer com a crise económica nos últimos tempos e muitos são os rumores que circulam na internet sobre o assunto, chegando a falar-se da falência da empresa. A última edição norte-americana, o TomorrowWorld, ficou marcada pelas piores razões devido às más condições climatéricas, que até levaram ao cancelamento do último dia do evento.
 
Em relação ao Tomorrowland Brasil, a primeira confirmação para o line-up será revelada na próxima segunda-feira.
 
{youtube}HuAxVfZasUk{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
No Dia Internacional da Amizade e a poucos momentos do arranque de mais uma edição do festival Tomorrowland, fomos conhecer a “Tomorrowland Crew Portugal”, um grupo de amigos bastante especial que tem uma paixão em comum: a música eletrónica. Laëtitia Esteves desde 2013 que lidera esta comunidade, que tem vindo a ganhar cada vez mais seguidores.
 
O grupo, fundado em 2013, inicialmente não tinha um nome específico. “A partir daí, sempre que um DJ internacional vinha a Portugal, sempre que havia um evento de Electronic Dance Music (EDM) ou sempre que o Pete Tha Zouk atuava, juntávamo-nos todos. Começaram-se a juntar amigos nossos que não tinham ido ao Tomorrowland mas que acabaram por fazerem parte deste grupo por acharem o ambiente fantástico”, salientou.
 
Vestiam-se sempre a rigor, com t-shirts, pulseiras e a famosa bandeira do Tomorrowland, que os acompanha em todos os eventos. O nome “Tomorrowland Crew Portugal” surgiu através de Pete Tha Zouk. Durante uma atuação do DJ português na Discoteca Pedra do Couto, em Santo Tirso, a crew esteve “na frontline a noite toda”, uma das características do grupo e “durante o set foi puxando pelo público, como é habitual e apelidou-nos de Tomorrowland Crew Portugal”, incluindo o novo nome numa publicação na sua página oficial de Facebook. “Desde então somos a Tomorrowland Crew Portugal com o melhor padrinho que alguma vez poderíamos ter: Pete Tha Zouk”.
 

 
O grupo conta com cerca de 60 elementos “mas vai crescendo todos os dias. A cada evento, juntam-se mais pessoas” e “temos a sensação que nos conhecemos há imenso tempo. No fundo, temos uma única coisa que nos junta: a paixão por música eletrónica”. Laëtitia Esteves revelou ainda que a “Tomorrowland Crew Portugal” tem como objetivo principal “juntar o maior número possível de elementos” para “formar o maior e melhor grupo de festivaleiros portugueses de sempre”.
 
Esta Crew já esteve presentes em eventos como o Ultra Music Festival, Ultra Europe, Amesterdam Music Festival, Qapital, Mega Hits Kings Fest, Melhores do Ano da rádio Nova Era, EDP Beach Party, RFM SOMNII - O Melhor Sunset de Sempre, MEO Sudoeste, Where’s The Party by Carlsberg, Azurara Beach Party e em digressões de artistas como Armin van Buuren, Hardwell, Alesso e o português Pete Tha Zouk por vários países do mundo.
 
Laëtitia Esteves ainda não tem um futuro definitivo para a Tomorrowland Crew Portugal, porque “é tudo muito recente”, mas pode “passar pela organização de eventos de EDM”.
 
Publicado em Tomorrowland
Têm nacionalidade portuguesa e vão embarcar numa viagem de sonho rumo a Boom, na Bélgica. Destino: Tomorrowland.
 
Por estes dias que antecedem a viagem, o frenesim dispara e são mais que muitas as borboletas presentes no estômago dos nossos seis convidados. São oriundos de Vialonga, Tavira, Vila Nova de Gaia, Portimão, Queluz e Braga. Apesar de terem idades diferentes, partilham todos o mesmo desejo: embarcar numa viagem de sonho.
 
 
NÃO SE EXPLICA, SENTE-SE
 
É a primeira vez que Olga Jerónimo vai ao Tomorrowland, no entanto, o desejo de ir ao evento belga já vem quase desde a primeira edição. Tem 30 anos e é de Vialonga. Conta-nos que este ano os seus melhores amigos lançaram-lhe o desafio e que foi "impossível resistir". Vai com as expectativas "altíssimas" e confessa que viaja 
exatamente com as pessoas que gostaria de ir.
 
O Gustavo Cavaco tem 22 anos, é de Tavira e também será a sua primeira vez no evento. Revela-nos que quer comprovar com os seus próprios olhos "os cenários, os palcos, a loucura do pessoal e a quantidade de pessoas." 
 
De Queluz e com 20 anos vai o Tiago Castro. Poder ver todos os seus DJs favoritos num único local, foi um facto  que pesou na decisão de embarcar até à Bélgica. Já teve esta viagem programada o ano passado, mas entretanto teve outras prioridades. Vai ao Tomorrowland com os seus melhores amigos de infância e o que o desperta mais à atenção no evento, é mesmo "o cartaz e a qualidade de produção do evento." 
 
Pelo segundo ano consecutivo e a representar Braga, vai o Pedro Freitas. Admite que não estava nos seus planos voltar a Boom este ano, porque pretendia ir ao DEFQON 1. "Gostei tanto do ano passado e fiz um grupo de amigos excelente e como muitos deles conseguiram bilhete, não pensei noutra opção a não ser voltar este ano lá", revelou. Questionado sobre a sua experiência anterior, Pedro não teve dúvidas: "O Tomorrowland é sempre uma surpresa em tudo, nenhum dos três dias de festival é igual ao anterior."
 
Em 2012, Nuno Machado não teve sorte e falhou a data de compra dos bilhetes, mas este ano antecipou-se e conseguiu. É de Portimão e confessa que não resistiu 'à chamada': "Tanto a quantidade de palcos como a qualidade do espectáculo durante os três dias e ainda a festa da Dreamville chamam qualquer um a Boom." A música e o ambiente criado à volta do evento e tudo o que se vive neste curto espaço de tempo são os aspectos que lhe despertam mais atenção.
 
Também pela segunda vez vai Tiago Cunha. Com 24 anos e natural de Vila Nova de Gaia, este amante da música electrónica ficou de tal maneira 'maravilhado', que não teve dúvidas quanto ao seu regresso à 'terra do amanhã'. Parte com expectativas elevadas relativamente ao 'Mainstage' deste ano e admite que gostaria de levar consigo os seus amigos mais próximos.
 
 
DE OLHOS POSTOS NO PALCO
 
A oferta é variada e adapta-se facilmente a todos os gostos. Perguntámos aos nossos seis convidados, quais os principais artistas que vão querer ver ao vivo no Tomorrowland, e a opinião surge unânime em alguns nomes da electrónica mundial, como é o caso de Carl Cox, Dimitri Vegas & Like Mike, Hardwell, Tiësto, Nicky Romero, Headhunterz e Armin van Buuren.
 
Além de Pete Tong, Jeff Milles - entre muitos outros - Olga também não quer perder a atuação de Sebastian Ingrosso. Já Gustavo promete ficar na linha da frente, durante as atuações de alguns dos seus artistas favoritos como é o caso de Pryda, Arty, Axwell e Zedd. Tiago Castro nomeia Carl Cox, Headhunterz, Hardwell e Fedde Le Grand como os seus ídolos. Pedro, considera que a pergunta tem uma resposta complicada e ainda não sabe quem vai ver ao vivo, é um caso que irá decidir no momento, principalmente porque alguns artistas atuam à mesma hora em palcos opostos do recinto. "Provavelmente vou ter de optar" refere mencionando Headhunterz, NERVO, Dave Till, Frontliner, Wildstylez, Isaac, Kai Tracid, Coone , Brennan Heart e Yves V como os seus favoritos.
 
Armin van Buuren aparece na primeira posição da ordem de preferências de Nuno - e em seguida outros nomes que crescem de ano para ano como Nicky Romero, W&W até mesmo Krewella. Este festivaleiro se conseguir, pretende ainda passar por todos os palcos, "para aproveitar tudo". Tiago Cunha este ano não tem dúvidas e na sua agenda tem Afrojack, Avicii, Sander Van Doorn, R3hab, Otto Knows entre outros.
 
 
NA MALA, O SÍMBOLO DA NAÇÃO
 
De um modo geral, as malas dos nossos seis convidados, vão carregadas apenas com o essencial. Roupa confortável e produtos de higiene são a preocupação principal, mas obviamente que há espaço para 'extras'. Olga diz-nos que vai levar uma segunda mala cheia de "boa disposição e uma vontade gigante de diversão." O Gustavo é adepto das novas tecnologias e transportará consigo a sua camara GoPro, para captar grandes momentos que jamais irá esquecer. Tiago Castro em tom de brincadeira refere que levará tenda, mas que nem a irá usar. Já o bragantino Pedro opta por levar um sofá insuflável, a mascote 'Jurema', tampões para os ouvidos comprados o ano passado no festival, e uma mão cheia pilhas que facilmente são carregadas com a energia que existe no Tomorrowland. Nuno levará o menos possível na mala e o Tiago Cunha que já é repetente na viagem, não tem dúvidas naquilo que vai levar e até já conhece 'os cantos à casa'.
 
Mas o bom português que se preze, sempre que sai da fronteira, carrega consigo o símbolo máximo da nação e os nossos convidados não são excepção. Todos eles vão transportar com muita estima - e sempre direita - até à Bélgica, a Bandeira Nacional.
 
 
A CRISE TAMBÉM 'PESA' NA CARTEIRA
 
Em tempos de crise, Olga admite que foi difícil criar condições para ir ao evento mas que "com grandes amigos tudo é possível". Para Gustavo a compra não se revelou difícil, salientando que apareceu no momento certo: "Foi numa altura em que tinha bastante trabalho." Tiago Castro refere que "é sempre um custo elevado", mas por outro lado salienta que com "espírito de poupança e cinto apertado tudo se consegue, se se quiser muito."
 
No ano passado, Pedro optou pelo travel pack de avião e, de um modo geral, ficou mais caro do que aquilo que pagou este ano. Apesar de ter economizado alguns euros, o repetente no Tomorrowland considera ter sido difícil criar condições para voltar a Boom, visto que a crise não lhe passou ao lado. Pedro conta-nos que o seu plano de poupança começou logo a 1 de agosto de 2012: "Quando voltei do Tomorrowland e decidi que lá queria voltar, comecei a juntar um euro por dia, e fui desafiando várias pessoas a fazer o mesmo." O habitante da cidade dos Arcebispos salienta que "apesar do dinheiro que juntava todos os dias não chegar para a totalidade do bilhete, serviu para tornar a situação mais fácil." Pedro acrescenta que "independentemente da crise, se temos algo como objetivo, conseguimos realizá-lo, basta poupar noutros tipos de gastos diários que são dispensáveis." Para este jovem de 31 anos tudo não passa de prioridades: "Trocar as férias lá fora ou no Algarve por uma ida ao Tomorrowland, são prioridades, cada um tem as suas, mas depois não se pode queixar."
 
Nuno considera que hoje em dia "é sempre difícil fazerem-se apostas destas" e que também teve de recorrer a um plano de poupança: "Foi um ano inteiro a poupar para que pudesse conseguir estes dias." À semelhança do Gustavo, também Tiago Cunha revela que não foi difícil arranjar condições que o permitissem ir ao evento. No entanto, o jovem de Vila Nova de Gaia admite ter muitos amigos que estão desempregados e que não têm possibilidade de realizar o sonho de ir ao Festival.
 
Publicado em Tomorrowland

 

Em comemoração dos 10 anos do Youtube, a empresa revelou ao público os 10 vídeos mais vistos pelos portugueses e também as músicas mais ouvidas. Nenhuma das faixas do Top 10 é de música eletrónica.
 
Uma das curiosidades acerca dos 10 vídeos mais vistos pelos lusitanos é a presença do aftermovie do festival Tomorrowland de 2012, em oitavo lugar.
 
Confere abaixo a lista divulgada:
 
  • 1 – Pintinho Amarelinho – DVD Galinha Pintadinha
  • 2 – Ruca e os Amigos
  • 3 – O Sapo não lava o pé – DVD Galinha Pintadinha
  • 4 – Charlie bit my finger – again!
  • 5 – James Arthur sings Shontelle’s impossible – The Final – The X Factor UK 2012
  • 6 – Bo tem mel by Diogo Morgado e Rui Unas
  • 7 – OLX – Como Inserir um Anúncio
  • 8 – Tomorrowland 2012 | official aftermovie
  • 9 – Nike Football: Winner Stays ft. Ronaldo, Neymar Jr., Rooney, Ibrahimovic, Iniesta & more
  • 10 – VOU TE ENCOXAR | Parodia PSY – GANGNAM STYLE
 
 
Publicado em Tomorrowland
Foi num abrir e fechar de olhos a corrida aos ingressos para a oitava edição do gigantesco festival eletrónico Tomorrowland. Garantir lugar na melhor e maior edição de sempre foi o objetivo.

Em menos de 24 horas, esgotaram os bilhetes diários, bilhetes completos para todos os dias e bilhetes para a DreamVille - um gigantesco espaço equipado para campismo, dividido por três áreas 'Easy', 'Relax Room' e 'Mansion'.
Os ingressos foram colocados à venda no dia de hoje e desapareceram num ritmo estonteante concretamente em cerca de duas horas. O pass regular para os três dias de evento tem o valor de 172,50€, e o pass regular diário de 72,50€.

O Tomorrowland 2012 decorre nos dias 27, 28 e 29 de julho na cidade de Boom a 26Kms de Bruxelas (Bélgica) e já tem o seu line-up quase completo onde poderemos encontrar nomes como Avicii, Fatboy Slim, Calvin Harris, Alesso, Carl Cox, John Digweed, Jamie Jonesm, entre outros mundialmente conhecidos.

Este é um dos maiores festivais mundiais de música eletrónica, um dos eventos mais impressionantes do planeta. É realizado todos os anos por altura do Verão na Bélgica (Boom) e produzido pela ID&T belga.

Acolhe mais de 100 mil participantes de todo o mundo e tem cerca de 12 áreas diferentes, desde o mais comercial ao mais underground, recordando também a década de 90 com a presença bons e grandes nomes da dance music electrónica mundial.
 
Publicado em Tomorrowland
21 de Julho, partida para aquela que considero a ‘terra dos sonhos’. É a 4ª vez mas sinto o nervosismo e a ansiedade como se fosse a primeira.
 
No aeroporto já se vive um ambiente especial. Temos a sensação que nos conhecemos todos há imensos anos. Mas, na realidade, é a primeira vez que estamos juntos. Todos temos algo em comum: um sorriso no rosto.
 
Chegamos a Bruxelas e já se experiencia um ambiente único! Bandeiras de inúmeros países, pessoas de todas as idades… todas com uma paixão louca por música electrónica.
 
Apanhamos o autocarro e finalmente avistamos o tão famoso arco-íris do mais famoso campismo do mundo: Dreamville. Os comentários dos estreantes são sempre os mesmos: “estamos aqui! Nem acredito! Vi isto em tantos vídeos mas nunca imaginei estar aqui!".
 
Toca a montar rapidamente as tendas porque a festa já começou: o "The Gathering". Música, música e mais música! Milhares de pessoas vindas dos quatro cantos do mundo numa loucura impossível de descrever! Mas que ambiente! Arrepiante!
 
O Tomorrowland prometeu duas surpresas nas últimas duas horas de receção ao campista. E que surpresas! Primeiro, Afrojack num set de 1h. Terminado Afrojack, começa uma introdução com uma produção nunca antes vista numa recepção ao campista no Tomorrowland! Milhares de pessoas com os olhos postos à espera de quem seria a surpresa! Palpites eram muitos: Dimitri Vegas & Like Mike ou ainda Yves V por serem residentes do Tomorrowland!
 
Mas não. O Tomorrowland surpreendeu-nos como o faz a cada ano que passa. A surpresa era Tiësto. O senhor Tiësto! O público estava ao rubro. Afinal tínhamos um dos maiores DJ's do mundo à nossa frente. Obrigado Tomorrowland! Uma receção que mais parecia um festival enorme.
 
Que venha o primeiro dia de Tomorrowland! As expectativas são altíssimas e o momento chave será sem dúvida a descoberta do palco principal.

 

Laetitia Esteves (Tomorrowland Crew Portugal)
Publicado em Tomorrowland
Steve Aoki, David Guetta, Hardwell e Armin van Buuren são alguns dos artistas da primeira fase, confirmados hoje pela organização do Tomorrowland Brasil. A edição carioca de um dos maiores festivais de música eletrónica vai decorrer de 1 a 3 de maio, em São Paulo.
 
Os brasileiros Alok, Ftampa e Gui Boratto também irão estar presentes no Tomorrowland, que promete escrever um “novo capítulo no ‘The Book Of Wisdom’”.
 
Confere abaixo o cartaz completo:

 

 

 

Publicado em Tomorrowland
Deixou a carreira de professor de educação física e moral para se dedicar de corpo e alma ao djing e à produção musical. Quando se fala de Yves V, é inevitável referir o festival Tomorrowland, uma vez que o artista belga é considerado o DJ residente. Graças ao impacto das suas atuações transmitidas para todo o planeta, hoje em dia cumpre um dos seus maiores sonhos: viajar por todo o mundo acompanhado da sua música e dos seus fãs. O Portal 100% DJ teve a oportunidade de conversar com o produtor belga, sobre temas como a sua carreira atual, o nosso país e, claro, o festival que é a sua segunda casa.
 
 
És o DJ residente do Tomorrowland. Como te sentes ao fazer parte do maior festival do mundo?
É ótimo. Todas as pessoas me perguntam isso. Eu estou lá quase desde o início por isso eu vi toda a evolução. Agora tenho o meu próprio palco e atuei também no Main Stage, na edição do Brasil e dos Estados Unidos da América. Estou muito feliz por continuar lá e posso chamar-me de ‘DJ residente’ daquele festival, porque às vezes as pessoas não sabem onde é a Bélgica, a minha terra natal, mas sabem onde é o Tomorrowland.
 
Qual é a tua opinião sobre a expansão do Tomorrowland para outros países como o Brasil ou os Estados Unidos da América?
É muito bom, penso eu. Especialmente o Brasil, na minha opinião, é um grande mercado para mim. O público brasileiro e o Tomorrowland são uma combinação muito boa. A primeira edição ficou esgotada em duas horas e a edição americana também vendeu bem. Acho bem que não o façam em todos os países, mas sim em todos os continentes. É positivo expandir a marca.
 
Já atuaste várias vezes no nosso país. O que tens a dizer sobre Portugal e o nosso público?
Fantástico! Amo o clima, porque é muito diferente da Bélgica e o público tem sempre muita energia. Todos estão felizes e sabem as músicas, é uma das coisas que se consegue ver. A última vez que cá estive, havia pessoas no público com uma bandeira com o nome de uma faixa minha que ainda não tinha sido lançada, foi muito bom. 
 
Conheces algum DJ português?
Sim, o Kura. Que outros DJs portugueses me aconselham?
 
E para quando uma colaboração com um DJ português?
Atualmente estou a planear com o Kura para fazermos alguma coisa. Até agora não tenho nenhuma produção com um artista português mas nunca se sabe o que o futuro possa trazer.
 

(…) o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.

 
Qual é a tua colaboração de sonho?
É difícil dizer um só nome, mas se pudesse escolher seria alguém fora da música de dança. Alguém de uma banda de rock, de música clássica, ou um cantor. Algo totalmente diferente e que as pessoas não estejam à espera.
 
Como por exemplo?
Há muitos bons cantores, como por exemplo a Birdy. Ela tem uma voz muito boa que desperta muitas emoções. Iria ser uma excelente combinação. Mas há muitos outros bons nomes que seriam uma boa hipótese. 
 
Qual foi o melhor momento da tua carreira?
É óbvio que tenho de referir novamente o Tomorrowland. O mundo inteiro está a ver o Main Stage e aquilo que tu estás a reproduzir naquele momento. Cada vez que atuo lá, consigo ver as reações nas redes sociais. O Tomorrowland é sempre um momento alto na minha carreira.
 
Na tua opinião, quem merece a primeira posição do Top 100 DJs da DJ Mag?
É uma pergunta muito difícil. Mas acho que a resposta é Dimitri Vegas & Like Mike. São os meus irmãos da Bélgica. Na minha opinião é muito difícil dizer quem possa ser o melhor DJ do mundo, porque existem muitos bons artistas.
 
Que novidades podes desvendar acerca do futuro da tua carreira?
Tenho muitas novas produções a chegar. Espero que tudo corra bem. Vou estar em digressão e esse é o meu maior objetivo: viajar pelo mundo e partilhar a minha música.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos seguidores e leitores do Portal 100% DJ?
Quero agradecer a todos que têm ido às minhas atuações e se nunca o fizeram, espero conhecê-los em breve num dos meus próximos shows. Continuem a apoiar a música eletrónica!
 
 
Segue Yves V nas redes sociais
     
 
Publicado em Entrevistas
O festival Tomorrowland realiza-se este ano pela primeira vez no Brasil. Foi uma notícia dada por David Guetta no ano passado, que pôs os cariocas em delírio. Nomes como Afrojack, Alok, Armin van Buuren, Blasterjaxx, Borgore, Don Diablo, Hardwell, Oliver Heldens e Steve Angello vão pisar os vários palcos do evento, que irá decorrer nos dias 1, 2 e 3 de maio em Itu, São Paulo.
 
O evento de música eletrónica já se encontra completamente esgotado e está prevista a presença de 180 mil pessoas durante os três dias de festa, de 56 nacionalidades diferentes. O local escolhido para a edição brasileira do Tomorrowland foi o Parque Maeda, que vai receber 178 artistas, 116 deles internacionais. A organização prevê que o Tomorrowland Brasil se realize naquele local durante os próximos 10 anos.
 
O festival terá um forte impacto na economia local, uma vez que a sua realização deu emprego temporário a cerca de 2000 pessoas e num raio de 30 km, mais de 90% dos quartos estão ocupados. Para o Tomorrowland correr bem, foram contratadas cerca de 7000 pessoas para trabalharem durante os três dias. Devido à crise hídrica que está a afetar aquela área brasileira, o fornecimento de água para o evento é independente, ou seja, foram pedidos 1600 tanques com 15 mil litros de água. O espetáculo visual é um dos pormenores mais importantes, além da música, o que fez com que fossem instalados 56 geradores para garantir toda a energia necessária. A decoração é outro ponto forte do Tomorrowland, que chegou ao Brasil em 89 contentores.
 
A transmissão em direto no Youtube ainda não foi anunciada, mas o canal MTV Brasil já confirmou a transmissão de algumas atuações ao vivo. No canal serão transmitidas duas horas do festival, enquanto que no site oficial serão seis horas. A gravação vai ser depois transmitida em todo o mundo, em dois especiais MTV World Stage de 60 minutos cada, numa parceria entre a SFX Entertainmet e a MTV. No site oficial tomorrowlandbrasil.com também será possível assistir ao vivo o festival durante os 3 dias.
 
A equipa do Portal 100% DJ reuniu algumas informações que podem ser essenciais para quem vai ao Tomorrowland Brasil, mas também são interessantes para os mais curiosos.
 
Acampamento Dreamville
 
Nas DreamLodges vão existir cacifos, mas os festivaleiros deverão levar um cadeado. A tenda inclui um cadeado, almofadas e um ponto de USB.
 
Para quem vai pernoitar nas Easys Tents, se adquirir um upgrade, terá direito a uma tomada (220v). A tenda é impermeável mas não possui lençol ou almofadas.
 
Na Dreamville haverá cabines de duche individual. Para quem for para o Regular Camping ou Easy Tent, cada banho tem o custo de 3 tokens. Quem possui o pacote DreamLodge, terá direito a um banho por dia. Os valores dos banhos não incluem produtos de higiene pessoal. A área dos banhos tem um horário de funcionamento.
Vão estar disponíveis diversas tomadas (220v) apenas nas casas de banho da Dreamville. Também irão estar à venda e para alugar diversos carregadores de telemóvel.
 
Pagamentos
 
Dentro do festival, a moeda oficial é o Token. Podem ser adquiridos dentro do recinto, em dinheiro ou cartão, tal como na loja online. 15,42 euros, por exemplo, correspondem a 9 tokens e o valor está sujeito a alterações. Os tokens que não forem usados, não serão reembolsados.
 
Objetos proibidos
 
Não é permitida a entrada a: Chuveiros portáteis, cadeiras de praia, brinquedos, cartazes, gelo (que pode ser adquirido dentro do recinto), embalagens de vidro, máquinas fotográficas profissionais (sem acreditação), desodorizante em spray (roll on é permitido)...
 
Recomendações
 
Não exagerar no tamanho das malas, apesar de não existir um tamanho máximo permitido. A bagagem com rodas não é recomendável, pois o caminho entre o estacionamento e o festival tem um terreno irregular. A mala considerada ideal pela organização é a backpack, uma mochila para acampamento.
 
Para entrar na área de acampamento com alimentos e bebidas, o festivaleiro deve possuir o voucher de autorização, que é solicitado durante o check-in na Dreamville, no ato da troca do bilhete pela pulseira. Em toda a área do festival não existem bebedouros.
 
Para quem possui o Day Pass, não pode sair e voltar a entrar no festival. A idade mínima para entrar no Tomorrowland é de 18 anos, que vai ser comprovada à entrada, com a apresentação de um documento oficial com fotografia.
 
Segurança
 
O festival conta com o apoio de várias equipas de segurança, entre elas o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Estadual.
Os objetos pessoais não devem estar longe de alcance e visão.
 
VIP ZONE
 
Em frente ao palco principal vai existir a área VIP, com 14 mesas a partir de 4 pessoas e uma vista privilegiada e confortável. O preço é de 3638,16 euros por dia. Cada mesa terá direito a uma garrafa de vodka, 2 garrafas de champanhe, 12 bebidas energéticas, água e comida.
 
Quem possuir uma mesa, tem também direito a 4 lugares de estacionamento. Depois de deixar o carro, um transfer gratuito irá deixar os festivaleiros na entrada da área VIP.
 
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 9
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.