18-11-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A primeira edição do Tomorrowland Brasil decorreu durante o passado fim de semana, com grandes nomes como NERVO, Hardwell, Armin van Buuren e Laidback Luke a atuarem para milhares de pessoas.
 
Com sucesso absoluto, a organização do festival de música eletrónica confirmou a presença do evento no Brasil por mais 5 anos, até 2020. No próximo ano, o Tomorrowland Brasil decorre entre os dias 21 e 23 de abril.
 
Esta primeira edição, completamente esgotada, teve os seus momentos de euforia mas sofreu alguns problemas que foram divulgados pela imprensa brasileira.
 
Segundo a Folha de São Paulo, foi encontrado um corpo de um homem sem vida, com a pulseira do festival, num caixote do lixo. A vítima era um funcionário que prestava o serviço de montagem do Tomorrowland, apresentava ferimentos e foi transferido para o Instituto Médico Legal de Sorocaba, para ser feita a autópsia e descobrir as causas da morte.
 
O mesmo meio de comunicação social escreveu que foram atendidas no centro médico pelo menos 500 pessoas por dia, com sintomas de uso de drogas, desidratação e ferimentos derivados de quedas.
 
O site UOL destacou a forte presença policial no recinto do Tomorrowland Brasil, que até usou cães para procurar drogas entre os visitantes. No primeiro dia do evento, foram registadas 335 ocorrências junto das autoridades devido a brigas e furtos. Duas das pessoas detidas por possuírem pequenas quantidades de estupefacientes pertenciam à organização, que acabou por demiti-las de imediato.
 
Apesar das críticas em relação ao preço dos alimentos e das bebidas, chegou a esgotar vodka em alguns bares do Tomorrowland. O protetor solar foi outro produto que esgotou no evento. 
 
Publicado em Tomorrowland
O canal português da MTV anunciou hoje a transmissão de várias atuações do festival TomorrowWorld, que começa hoje até ao próximo domingo. O livestream tem início à meia-noite, terminando às 5 horas da madrugada.
 
A edição norte-americana do Tomorrowland vai receber nomes como Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike, Afrojack, Tiesto e Hardwell. Os melhores momentos do evento serão posteriormente reunidos para um especial MTV World Stage, que vai ser transmitido às sextas-feiras.
 
Confere abaixo as atuações confirmadas e os respetivos dias:
 
Sexta-feira (25 de setembro):
  • Benny Benassi
  • Showtek
  • Steve Angello
  • Kaskade
  • Tiesto
 
Sábado (26 de setembro):
  • Yves V
  • Adventure Club
  • Dimitri Vegas & Like Mike
  • Afrojack
  • Hardwell
 
Domingo (27 de setembro):
  • Laidback Luke
  • Martin Garrix
  • David Guetta
  • Armin van Buuren
 
{youtube}hIVRWl9qgtA{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
Sem margem para dúvidas o Tomorrowland é um dos maiores eventos de música eletrónica do mundo. A cada ano que passa, os mais mediáticos DJs visitam a cidade de Boom na Bélgica para fazer vibrar os milhares de festivaleiros que rumam até ao festival em busca do melhor fim-de-semana das suas vidas. Embora o recinto seja gigantesco, um evento desta magnitude não consegue comportar a lotação de todas as pessoas que desejam estar presentes. Foi por isso que no ano 2015 a organização decidiu criar o conceito "Unite With Tomorrowland", de forma a reunir em simultâneo o máximo de fãs do evento e que estes pudessem viver uma experiência similar ao festival, mas perto da sua casa. Nesse mesmo ano, o evento decorreu na Índia e no México e desde então tem percorrido os quatro cantos do mundo, como a Colômbia, Alemanha, Israel, Japão, Itália, Grécia, Espanha e agora a estreia em Portugal - confirmado no dia de hoje.

A notícia da estreia em terras lusas deixou os festivaleiros em êxtase, no entanto importa ter em conta que o Tomorrowland Unite que vai acontecer no próximo dia 27 de julho no Parque Oriental da cidade do Porto não é o Tomorrowland que estamos acostumados a ver na Bélgica. Porém, existem semelhanças e todo o conceito é inspirado no evento principal que este ano comemora 15 anos de existência e se realiza nos dias 19, 20 e 21 e 26, 27 e 28 de julho

O Palco
Todos os anos o festival Tomorrowland tem um tema. É a partir desse tema que é construída toda a estrutura do evento, que vai desde a decoração, ao cenário, performances, etc. O palco principal não é exceção, e é aí que se centram todas as atenções. Enquanto que no Tomorrowland existem vários palcos, no Tomorrowland Unite apenas existe um que será ocupado por vários DJs e por uma vasta panóplia de logística repleta de efeitos especiais e multimédia. Este ano o tema do festival belga será "The Book of Wisdom" (o livro da sabedoria), que já foi apresentado em 2012 e também no Tomorrowland Brasil, em 2015. 
 

Para ler também: 



Os Artistas
Embora ainda não tenham sido divulgados, os artistas que compõem o Tomorrowland Unite, serão na sua maioria DJs que atuam no evento na Bélgica e também artistas locais. No ano passado em Barcelona, além das transmissões (de Armin van Buuren; Afrojack e Dimitri Vegas & Like Mike) que foram apresentadas no ecrã gigante com imagens em direto da Bélgica, subiram ao palco os DJs Steve Angello, Steve Aoki, Galantis, Quintino, Yves V, Kungs, Albert Neve e Abel Ramos, Albert Gonzalez, Ofenbach e os Double Pleasure.

Os Bilhetes
O bilhete para um dia de Tomorrowland na Bélgica custa cerca de 100 euros. No Tomorrowland Unite os preços são mais baixos e a organização aconselha que todos os interessados se registem no site oficial até ao próximo dia 15 de abril de forma a garantirem a sua presença a um preço mais económico. Os valores ainda não foram divulgados mas haverá vários preços.

A Festa
Por último e não menos importante, é o que vai acontecer no Parque Oriental do Porto, magnífico anfiteatro natural, em parte semelhante ao recinto do Tomorrowland na Bélgica. A festa começará a partir das quatro da tarde e decorre em simultâneo em cinco locais distintos: Atenas, Malta, Barcelona, Porto e no seu berço, a Bélgica. Muito mais que um evento de música eletrónica, o Tomorrowland Unite é uma sincronização de sentimentos em torno do maior festival do mundo que nos permite ter uma experiência interativa e única, quer seja sozinhos ou rodeado de amigos.

Publicado em Tomorrowland
Sábado, 23 de julho, segundo dia do Tomorrowland. Acordámos cedo mais uma vez. A chuva e alguma trovoada não nos deixaram ter uma noite descansada. O cansaço começa a sentir-se. São muitos quilómetros, muitos saltos, muitos gritos, muitos cânticos... Mas não interessa. Afinal estamos no local onde milhares de pessoas queriam estar e infelizmente não podem. Temos de aproveitar ao máximo cada segundo.
 
Este ano, a novidade da Dreamville são as aulas de ioga logo pela manhã e também uma banda de música escocesa para acordar os festivaleiros.
 
Depois do almoço, decidimos ir à roda gigante ver o recinto. Simplesmente impressionante a grandeza deste festival! A felicidade e o espanto estão estampados na cara dos que vêm pela primeira vez.
 
Olhamos para o relógio e já eram 16 horas. Hora da concentração de portugueses no Mainstage. Juntámos as bandeiras todas no chão atando-as umas às outras. Os cânticos sucediam-se chamando a atenção de quem por ali estava. Decidimos então levantar o manto de bandeiras e para o Mainstage. Foi sem dúvida dos momentos mais bonitos desta edição do Tomorrowland.
 
Tive o privilégio de conhecer o português mais velho nesta edição do Tomorrowland. Encontrei também o Dylan, um dos meus companheiros nas minhas viagens pelos festivais. Deve ser das pessoas que conheço com mais paixão por música electrónica. Foi operado há uma semana e está cá de muletas, pois mal pode mexer a perna. Um exemplo de força de vontade.
 
Às 19 horas Axwell subia ao palco Axtone com um set sem igual. A “armada tuga” estava na frontline para aplaudir um dos elementos dos Swedish House Mafia que tanto já nos fizeram sonhar.
 
Seguem-se os set's de Nicky Romero, Afrojack e, é claro, dos residentes do Tomorrowland: Dimitri Vegas & Like Mike. As luzes, o fogo de artifício juntamente com a música tornam este local único com um ambiente sem igual. Axwell /\ Ingrosso encerram o Mainstage. Entre muitas músicas, a "One" e "Sun is Shining" provocam arrepios.
 
Encerra-se mais um dia, o segundo. O tempo passa rápido, demasiado rápido neste festival onde há tanto para se ver. Resta um dia, o último!
 
Laetitia Esteves (Tomorrowland Crew Portugal)

 

 

 
Publicado em Tomorrowland
O DJ e produtor Eric Prydz acaba de anunciar que vai estrear no Tomorrowland um novo espetáculo ao vivo, chamado "Epic: Holosphere". Segundo o artista sueco, esta será de longe a produção tecnicamente mais avançada até à data, um re-design completo de qualquer espetáculo seu anterior. 

"Holosphere" será apresentado no festival Belga nos dias 19 e 26 de julho e demorou mais de dois anos a ser desenvolvido pela equipa de Eric Prydz que criou uma gigantesca estrutura tecnológica propositadamente para este espetáculo.

Eric é conhecido pelas suas atuações epicamente impressionantes com efeitos de videomapping e lasers que levam qualquer fã à loucura.

O festival Tomorrowland regressa à Bélgica nos dias 19, 20, 21, 26, 27 e 28 de julho sob o tema  "The Book Of Wisdom - The Return", uma reabertura do livro que celebra 15 anos de existência.

Publicado em Tomorrowland

 

A One World Bridge, conhecida ponte presente no recinto do festival belga Tomorrowland, recebeu recentemente uma nova mensagem da Organização das Nações Unidas (ONU) para o “People of Tomorrow”.
 
Numa parceria entre o Tomorrowland e a ONU, este novo painel pretende passar uma mensagem positiva aos festivaleiros, para partilharem valores como a amizade, dignidade, respeito, diversidade e solidariedade. Além de uma imagem de uma rosa dos ventos e várias nuvens, pode-se ler a frase “Vamos trabalhar todos juntos para proporcionar dignidade a todos”.
 
A ponte de mandeira 600 metros contém 210 mil mensagens de pessoas de todo o mundo e é um símbolo de união. Foi construída no ano passado, para comemorar os 10 anos do Tomorrowland, em colaboração com a região de Antuérpia e do artista Arne Quinze.
 
O festival Tomorrowland decorre entre os próximos dias 24 e 26 de julho em Boom, na Bélgica. Os bilhetes para a edição deste ano já se encontram esgotados.
 
 
Publicado em Tomorrowland
A organização do festival Tomorrowland pretende expandir-se a nível mundial, tal como sucedeu no Brasil e com o TomorrowWorld nos Estados Unidos da América. A Ásia e a América Central podem ser os novos destinos.
 
Hoje foi divulgado um vídeo na página oficial de Facebook do festival, que anuncia um livestream especial, intitulado “Unite, the mirror of Tomorrowland”, no México (Cidade do México) e na Índia (Mumbai) no próximo dia 24 de julho, diretamente de Boom, na Bélgica, onde vai acontecer mais um Tomorrowland.
 
A última vez que isto aconteceu, foi quando David Guetta, a meio da sua atuação, anunciou a ida do festival belga para o Brasil, na edição do ano passado do Tomorrowland. Será que a organização do evento vai-se expandir para o México e a Índia? Os rumores de uma edição Indiana já circulam na internet há alguns meses.
Este livestream especial vai também ser acompanhado com atuações de DJs locais, a anunciar em breve. 
 
{youtube}qY0sX7IziRA{/youtube}
Publicado em Tomorrowland
Os trágicos acontecimentos que ocorreram no passado dia 22 de março na Bélgica, motivaram vários rumores a respeito do festival Tomorrowland, evento realizado naquele país há 11 anos e visitado por mais de 400 mil pessoas.
 
A manhã daquela terça-feira que parecia ser igual a tantas outras foi fatídica para 34 pessoas, após o atentado terrorista no metro de Bruxelas e no aeroporto de Zaventem, local onde todos os anos em julho aterram inúmeros festivaleiros oriundos dos quatro cantos do mundo.
 
Ainda que o país já tenha regressado à normalidade, a ameaça e risco de segurança está no nível máximo. A Europa teme novos atentados e as entidades governamentais discutem e avaliam novas medidas de segurança.
 
Da parte da organização do evento belga, nenhum comunicado foi emitido, mas pela Internet circulam rumores e dúvidas quanto à realização e segurança do mesmo ou não fossem os 30 quilómetros que separam Bruxelas e Boom, cidade que acolhe o Festival. “Estamos seguros no Tomorrowland?” fomos atrás da pergunta e quisemos uma resposta de quem de direito.
 

Organização e autoridades garantem a maior segurança possível

 
A organização do evento “está ciente de tudo o que se está a passar pelo mundo e como tal estamos em constante comunicação com todas as instituições governamentais na Bélgica e pelo mundo inteiro” afirma Debby Wilmsen, representante do festival, em exclusivo ao Portal 100% DJ.
 
Questionada sobre as medidas de segurança do evento, Debby revela que “por vários anos seguidos a nossa maior preocupação e foco é a segurança dos visitantes. Baseados em diferentes fontes de informação, tomaremos decisões em conjunto com as autoridades locais de forma a garantir a maior segurança possível” do evento de música eletrónica.
 
“Se necessário, comunicaremos estas ações antecipadamente ou com o devido tempo necessário” conclui a representante do Tomorrowland, sendo clara a intenção de não cancelar o mesmo.
 

Festivaleiros portugueses não desistem do sonho

 
Além da representante do festival, o Portal 100% DJ esteve também à conversa com Laetitia Esteves, fundadora da “Tomorrowland Crew Portugal” e festivaleira assídua do evento, sobre a possibilidade do festival vir a ser cancelado e as suas condições de segurança.
 
 
“Vou ao Tomorrowland pelo quarto ano consecutivo e nunca me senti insegura. Bem pelo contrário”, afirmou em exclusivo ao Portal 100% DJ. A festivaleira garante que no aeroporto onde aconteceu a tragédia “há sempre imensos polícias com cães e controlam as bagagens” e este ano acredita “num reforço da segurança por parte das entidades belgas, principalmente durante o festival” declarou.
 
Depois de conversar com alguns dos seus colegas de viagem, Laetitia garante que “ninguém pensa sequer na possibilidade de não ir” e que é “impensável” desistir, pois “é muito difícil conseguir o bilhete e o esforço a nível financeiro” é elevado.
 
Relativamente à segurança do evento, a responsável do grupo garante que o evento “é especial por diversos fatores e um deles é nunca haver qualquer tipo de desacatos, apesar do elevado número de pessoas ali concentradas. Penso que a organização quer continuar com esse ambiente mágico e, para isso, terá mesmo de reforçar a segurança”. Assim se espera.

 

{youtube}HuAxVfZasUk{/youtube}

 

Publicado em Tomorrowland
Pela primeira vez no Tomorrowland, a editora de Hardwell, Revealed Recordings, irá ter um palco próprio, com nomes bem conhecidos da música eletrónica da atualidade, como Dannic, Joey Dale e Sick Individuals.
 
No Opera stage, irão subir à cabine os amigos de Carl Cox, tais como Dubfire, Dolomun e Javi Row, com a apresentação de MC Gunner.
 
Para o palco Ketaloco, foram também anunciados alguns artistas pela organização do Tomorrowland, bem como para o palco apresentado por Derrick Carter, onde apenas irão atuar DJs em modo B2B.
 
O festival Tomorrowland está marcado para os dias 24, 25 e 26 de julho, em Boom, na Bélgica.
 
Confere abaixo os artistas confirmados, nos respetivos palcos:
 
Hardwell presents Revealed (sábado, 25 de julho):
  • Dannic
  • Dyro
  • Hardwell
  • Headhunterz
  • Joey Dale
  • Jordy Dazz
  • Julian Calor
  • Kill The Buzz
  • Manse
  • Sick Individuals
  • Thomas Newson
 
Carl Cox & Friends (sexta feira, 24 de julho, apresentado por MC Gunner):
  • Carl Cox
  • Dufire
  • Javi Row
  • John Digweed
  • Jon Rundell
  • Monika Kruse
  • Nicole Moudaber
  • Solomun
 
Ketaloco (sábado, 25 de julho):
  • Andhim
  • Caspar
  • Don Cabron
  • Edu Imbernon
  • Karotte
  • Marc Romboy VS Stephan Bodzin
  • Nico Morano
  • No Shit Like Deep
 
Derrick Carter presents... Family and the Friends (sexta feira, 24 de julho):
  • Derick Carter B2B Eats Everything
  • Mark Farina B2B Seth Troxler
  • DJ Pierre B2B Riva Starr
  • Sven van Hees B2B Flapjackers
 
Publicado em Tomorrowland
Tudo vai mudar na estrutura de controlo do Rock in Rio, o maior festival de música do mundo, numa mudança que poderá abrir as portas a outros países. O empresário Eike Batista vai vender a sua parte do festival à norte-americana SFX, ficando apenas com uma pequena posição não quantificada. 
 
O processo é o seguinte: a empresa brasileira que até aqui detinha o Rock in Rio (em que 50% eram de Eike Batista e os outros 50% do fundador Roberto Medina) será comprada por uma holding (Sociedade Gestora de Participações Sociais), criada para o efeito. Esta holding será controlada em partes iguais pela SFX Entertainment e por Roberto Medina. A IMX de Eike Batista fica com uma pequena posição minoritária, mas apenas da empresa brasileira e não na nova holding.
 
A SFX, cotada no Nasdaq, "é a maior produtora de entretenimento ao vivo do mundo, com foco principal em eventos culturais e de música eletrónica", diz a organização do Rock in Rio. O festival já tem a ambição de se expandir há algum tempo e chegará aos Estados Unidos pela primeira vez em 2015.
 
"Embora seja uma grande oportunidade para ajudar a fazer crescer a marca Rock in Rio, utilizando a nossa rede internacional, é também uma oportunidade de aprender com a experiência operacional e comercial do Roberto Medina e do Rock in Rio, que são fenómenos globais", afirma Robert FX Sillerman, CEO da SFX Entertainment. "A música eletrónica tem-se estabelecido entre os festivais de música moderna e esperamos que esta tendência cresça para divulgarmos ainda mais os DJs e produtores na nossa rede".
 
Roberto Medina, presidente do Rock in Rio, comentou que esta parceria irá permitir "acelerar o crescimento" da marca em novos territórios. Além disso, permitirá "uma mudança de foco" na era digital. "Com a SFX, firmamos o compromisso no desenvolvimento de uma plataforma integrada de soluções de última geração, e acreditamos que a nossa velocidade de crescimento será expressiva. Os nossos patrocinadores terão uma plataforma ainda melhor para a exibição das suas marcas nos Estados Unidos, assim como já acontece nos países onde o Rock in Rio é realizado, onde o festival é a principal ferramenta de comunicação das marcas parceiras."
 
A SFX produz e promove um crescente portfolio de eventos ao vivo, incluindo marcas líderes como Tomorrowland, TomorrowWorld, Mysteryland, Sensation, QDance, Stereosonic, Eletric Zoo, entre outros. A empresa norte-americana também detém o Beatport, a maior plataforma online de venda de música.
Publicado em Tomorrowland
Pág. 1 de 10
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.