16-11-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

A festa prometia ser épica e assim foi. Depois de Cascais e Portimão, a maior sala de espetáculos do país recebeu no passado dia 18 de dezembro a última Carlsberg Where’s The Party deste ano, com a dupla sueca Axwell /\ Ingrosso e os portugueses Diego Miranda, Club Banditz, DJ Ride e Eddie Ferrer no lineup.
 
Ainda que sem lotação esgotada, o MEO Arena em Lisboa transformou-se na maior pista de dança portuguesa durante a noite da passada sexta-feira. Além de assistirem ao espetáculo, os noctívagos tiveram ainda a oportunidade de participar em experiências únicas proporcionadas pela Carlsberg, como Meet & Greet’s com os artistas, pinturas faciais fluorescentes e ainda o famoso Photo Wall by ReusePic.
 
O espetáculo ficou também marcado pelo grande aparato multimédia, onde se destacaram os efeitos visuais, com vários ecrãs LED, pirotecnia, fogo, lasers e C02 - dispositivos com selo de qualidade da empresa Expresso Audio.
 

TALENTO PORTUGUÊS EM GRANDE DESTAQUE

 
 
Em todas as suas edições anteriores deste ano, o evento contou com a presença de um leque de artistas portugueses e também no MEO Arena o talento português não foi esquecido. Depois de Eddie Ferrer e Diego Miranda subirem ao palco de Cascais e de Portimão, chegou a vez de assumirem esta nova cabine, acompanhados também pela dupla Club Banditz e pelo campeão DJ Ride.
 
Com a responsabilidade de abrir as “hostes” ficou Eddie Ferrer, que transmitiu toda a energia necessária para a continuação do espetáculo dos seus colegas, através de um set repleto de ritmos contagiantes e hits do momento. 
 
Pouco depois, DJ Ride foi recebido de braços abertos e apresentou mais uma vez o seu incrível talento no scratch. Géneros como drum & bass, trap, hip hop e dubstep tiveram um resultado positivo no público, que ficou contagiado com toda a energia e sonoridade. Esta foi certamente uma escolha acertada por parte da organização, ao apostar num artista versátil, com um estilo diferente de todo o resto do line-up.
 
Antes do evento, e juntamente com a equipa do Espalha-Factos, o Portal 100% DJ teve a oportunidade de conversar com DJ Ride, nos bastidores do MEO Arena. 2015 revelou-se um grande ano para o artista português, que considera ter corrido “muito bem e com bastantes highlights. O meu álbum, sem dúvida, foi um dos momentos altos, o Red Bull Thre3Style foi provavelmente uma das melhores experiências que tive ao nível de campeonatos e estar dez dias no Japão foi mesmo uma coisa incrível”, confessou DJ Ride.
 

(...) o público também quer coisas mais diferentes.

 
O seu irmão, Holly, também estava presente no evento, apesar de não ir atuar, mas DJ Ride considera “brutal e é engraçado ver a nova geração, o sangue novo, pois não há assim muitos new commers no scratch e no hip hop, a nível de DJs, infelizmente, porque Portugal também é um país pequeno”. Em relação ao convite para subir ao palco do MEO Arena, DJ Ride achou “super positivo”, dando destaque ao facto de haver “DJs de outros estilos” e que “o público também quer coisas mais diferentes”. Dentro da indústria da música o artista português considera que existem rivalidades onde “quem gosta muito de um estilo, depois não respeita o outro. Às vezes o pessoal não gosta da minha música, isso para mim é um elogio, porque eu também não gosto de tudo”, referiu o DJ. 
 
No Japão, o artista confessou que teve “pouco tempo para treinar o campeonato”, pois “acordava, treinava e ia dormir” mas mesmo assim conseguiu chegar à final desta competição “que está a crescer cada vez mais, até porque tem a marca Red Bull por trás a apoiar e a suportar tudo e isso é importante”.
 
 
Ainda não tinham pisado o palco e já se podiam observar nas primeiras filas as várias bandeiras que os fãs dos Club Banditz levaram para o evento. Apesar do seu reconhecimento a nível nacional ter sido apenas concretizado no último ano, é já notório que o número de fãs está a aumentar a um bom ritmo, graças ao seu talento e presença em palco. A enérgica atuação da dupla meteu o público ao rubro recebendo desta feita, uma distinção positiva para o gig de estreia no MEO Arena.
 
A exemplo de DJ Ride, também os Club Banditz receberam em mãos, o simbólico troféu da iniciativa levada a cabo pelo Portal 100% DJ - “Os 20 Mais de 2015”, divulgada no passado dia 8 de dezembro.
 
É o número 58 do Top 100 da DJ Mag e muitos dos fãs que votaram em Diego Miranda estavam presentes no MEO Arena, prontos para assistir a mais um espetáculo do DJ e produtor português. Vários hits do momento como “Ping Pong” de Armin van Buuren entoaram na sala da capital, seguida da atuação de Mikael Solnado no tema “Turn The Lights Out” e de Mod Martin em “Never Surrender”.
 
“Foi um bom ano e a minha posição alcançada no Top 100 foi o culminar”, confessou Diego Miranda em relação a 2015, instantes antes de subir à cabine. Recentemente o artista português lançou uma faixa numa onda de techno, com o brasileiro Alok e está preparar novidades para fevereiro, mês em que será editada a sua colaboração com Wolfpack, na editora de Dimitri Vegas & Like Mike.
 
A despedida ficou concluída com a equipa de reportagem 100% DJ a fazer mais uma entrega do troféu que distingue “Os 20 Mais de 2015”.
 
 

A ESTREIA EXPLOSIVA DA FUSÃO SUECA

 
O momento mais esperado da noite, e muito provavelmente do ano, estava prestes a acontecer. Depois de um pequeno intervalo para alterações de logística, surge finalmente a dupla Axwell /\ Ingrosso, preparada para estrear em Portugal, e de forma explosiva, o seu novo projeto. As músicas assinadas pelos Swedish House Mafia não foram esquecidas e durante o set, o público vibrou ao som de “One”, “Don't You Worry Child” e “Save The World”. Outros êxitos como “Reload” (Sebastian Ingrosso & Tommy Trash), “One More Time” (Daft Punk), “Firestone” (Kygo), “Heroes” (Alesso & Tove Lo) e “How Deep Is Your Love” (Calvin Harris & Disciples) fizeram as delícias auditivas de todos.
 
Em relação aos temas originais, foram também apresentados algumas ID’s e hits já conhecidos de todos como “Can’t Hold Us Down”, “This Time”, “On My Way” e “Something New”. Para o final, ficou reservada “Sun Is Shining”, acompanhada de um espetacular efeito visual. A dupla sueca despediu-se do público com um “Obrigado”.
 
 

UM ANIVERSÁRIO ESPECIAL

 
Foi a segunda vez que Axwell comemorou o seu aniversário a trabalhar em Portugal. A última vez aconteceu em 2012, também no MEO Arena, na última digressão dos Swedish House Mafia (One Last Tour). 
 
Na passada sexta-feira, Axwell celebrou o seu 38.º aniversário nos bastidores do recinto, juntamente com alguns fãs, organização, Sebastian Ingrosso e jornalistas, que cantaram os parabéns ao artista sueco, a quem foi oferecido um bolo personalizado e uma garrafa gigante da cerveja patrocinadora do evento.
 
Já em palco e quase no fim do espetáculo foi a vez de Sebastian Ingrosso falar ao público, desafiando todos a cantar os parabéns ao seu amigo e colega aniversariante. Um momento que o DJ e produtor sueco tão depressa não irá esquecer
 

“NÃO SE MOSTRARAM SUPERIORES MAS SIM ACESSÍVEIS”

 

 
Existem sempre admiradores mais sortudos que têm a oportunidade de estar junto dos seus ídolos. Club Banditz, Diego Miranda e Axwell /\ Ingrosso foram alguns dos artistas que fizeram questão de receber os seus seguidores, dando-lhes a oportunidade de trocar algumas palavras, tirar fotografias e, claro, os autógrafos habituais.
 
João Garcia ganhou a oportunidade de estar no Meet & Greet com Axwell e Sebastian Ingrosso e “conhecê-los pessoalmente foi estranho, pois não está ao alcance de todos”, referiu em entrevista ao Portal 100% DJ. “Ver o camarim, estar perto deles, cantar os parabéns a Axwell juntamente com a imprensa foi muito bom”, afirmou João Garcia, que considera os artistas suecos como “pessoas impecáveis e que falaram sem problemas. Não se mostraram superiores mas sim acessíveis!”. Em relação à atuação da dupla, João refere que “já não são novos mas continuam a puxar pelo público e a conseguir pôr a malta jovem em delírio, além das grandes músicas produzidas”, concluiu João Garcia.
 

TRÊS EVENTOS DE SUCESSO COM ASSINATURA CARLSBERG

 
Ao longo do ano, foram três eventos de música eletrónica de excelência, que tiveram lugar na marina de Cascais, no Nosolo Água de Portimão e no MEO Arena em Lisboa. Nomes como NERVO, Alok, Diego Miranda, Danny Avila, Deorro, Tom Enzy, Eddie Ferrer, Christian F, Hugo Rizzo, DJ Ride, Axwell /\ Ingrosso e muitos mais marcaram presença nas três festas com assinatura da marca de cerveja premium Carlsberg. 
 
Os eventos ficaram ainda marcados pelas experiências que a organização ofereceu aos fãs de música eletrónica, desde viagens de helicóptero, meet & greets e ações interativas.
 
A edição da marina de Cascais ficou marcada pelo cancelamento da atuação dos brasileiros Felguk, devido às más condições meteorológicas que se agravaram no dia da sua realização.
 

OS MELHORES MOMENTOS PARTILHADOS COM O MUNDO

 
As redes sociais, nomeadamente o Facebook, o Twitter e o Instagram, mais uma vez encheram-se de fotografias, vídeos e testemunhos de quem viveu a festa épica no MEO Arena, no passado dia 18 de dezembro.
 
Antes das portas abrirem, Eddie Ferrer e DJ Ride partilharam fotografias dos bastidores das suas atuações. Após o evento, Diego Miranda, DJ Ride, Club Banditz, Eddie Ferrer, Axwell e Sebastian Ingrosso publicaram nas suas páginas oficiais algumas fotografias do evento, acompanhadas de descrições e elogios ao público presente.
 

Thank you PORTUGAL! Where's The Party was epic!

Publicado por Axwell Λ Ingrosso em Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015
 
Publicado em Reportagens
A mais recente campanha publicitária do Festival Eurovisão da Canção de 2018 foi divulgada recentemente e conta com um remix de “Verdes Anos”, um original de Carlos Paredes numa nova versão dos Beatbombers.
 
A dupla campeã mundial de scratch, composta por DJ Ride e Stereossauro, juntou a sonoridade tradicional com o som próprio dos Beatbombers, resultando num tema único.
 
A campanha já conta com mais de 450 mil visualizações e pretende mostrar a cidade de Lisboa, que irá receber o festival no próximo ano depois de Salvador Sobral sagrar-se vencedor na última edição.
 

 

Publicado em Eventos
quarta, 12 agosto 2015 18:23

DJ Ride na final da Red Bull Thre3style

Selecionado entre 50 DJs de todo o mundo, DJ Ride foi o escolhido como #Luckybastid para ir à grande final da Red Bull Thre3style, em Tóquio, que acontece no próximo mês de setembro. A técnica, experiência e a musicalidade do produtor das Caldas da Rainha foram os fatores principais desta escolha.
 
"Vou ao Japão! Ainda não acredito!" foram as palavras de DJ Ride, demonstrando assim o seu entusiasmo pela sua participação na Red Bull Thre3style. Apesar da concorrência ser muito forte, esta será a primeira vez que Portugal entra nesta competição mundial. Este concurso vai ser visto por grandes multidões de apaixonados por música eletrónica, levando o nosso país até ao Japão.
 
O Red Bull Thre3style é uma competição de DJs criada em 2011, no Canadá, com a regra de que o artista reproduza no mínimo três estilos de música diferentes, durante 15 minutos. Ao longo dos últimos três anos, os grandes vencedores foram DJ Hedspin, DJ Four Color Zack e DJ Shintaro. "Quero também mostrar algumas das minhas raízes portuguesas e mostrar ao mundo que temos uma pequena mas muito talentosa cena urbana em Portugal", referiu DJ Ride.
 
Os Beatbombers, dupla composta por DJ Ride e Stereossauro, estão também na reta final do DMC World DJ Championships, na sua versão online. No ano passado, os DJs portugueses ficaram colocados em 3º lugar no Reebok Pump IDA World DJ Championships, em 2011 foram campeões mundiais de sctrach/turntablism e em 2010 trouxeram para Portugal o prémio de segundo lugar.
 
{youtube}2NZ6sFJFzRA{/youtube}
Publicado em Artistas
O português DJ Ride juntou-se em estúdio com Rita Redshoes e The Legendary Tigerman para criarem a banda sonora da marca Alegro. A inspiração para este trabalho foi a cidade de Setúbal, o rio, os habitantes e as características e texturas visuais.
 
O projeto vai ser apresentado ao vivo no próximo dia 19 de abril, no Centro Comercial Alegro em Setúbal, a partir das 17 horas. Os artistas irão realizar um showcase, com direito a um DJ set de Ride.
 
A iniciativa chama-se Projeto.09 do Arte em Toda a Parte, com o objetivo de cosolidar a arte e a cultura no posicionamento da marca Alegro.
 
Publicado em Marcas
terça, 18 outubro 2016 21:26

DJ Ride confirmado no festival Eurosonic

É um dos mais aclamados DJs e produtores portugueses da atualidade e acaba de ser confirmado na próxima edição do festival Eurosonic Noorderslag, que vai decorrer na Holanda entre os dias 11 e 14 de janeiro.
 
DJ Ride é um dos nomes portugueses confirmados, ao lado de Neev, The Gift, Gisela João, Glockenwise, entre outros, numa edição especial do festival que tem Portugal como país em destaque.
 
O festival Eurosonic, que vai para a 31ª edição, é considerado como “a maior mostra de música na Europa e o grande certame da indústria musical europeia”. No evento, além das atuações, é possível assistir a conferências sobre música e encontros entre personalidades da indústria.
 
{youtube}2NZ6sFJFzRA{/youtube}
Publicado em Festivais
Após ter sido alvo de uma fiscalização este mês, enquanto decorria a sua atuação, o DJ português decidiu partilhar alguns conselhos aos seus colegas de profissão através da sua página oficial do Facebook.
 
“Se compras 90% da música que passas ninguém te vai chatear.. (guarda as facturas numa pasta ou numa cloud onde possas aceder rapidamente). Se és produtor, regista as tuas músicas (o que também é super importante noutras situações) e tenta ter algo contigo que possa provar que os temas são mesmo teus”, revelou o artista na rede social.
 
Em relação à compra de músicas, o campeão mundial de scratch salienta que é um aspeto muito importante para evitar situações desagradáveis e que fez alguns esforços no início da sua carreira: “Quando comecei, tocava de borla e só passava vinil, os 12'' custavam entre 8 a 20 euros. Cheguei a saltar muitas refeições para poder comprar discos. Sem sacrifícios não se chega a lado nenhum. Se passas música de outras pessoas, tens de fazer a tua parte também…”.
 
DJ Ride detalhou ao pormenor e elogiou a fiscalização feita. “(…) Gostei da maneira como fui abordado. Não tive de interromper a música, perguntaram-me que CD estava a tocar, expliquei que não toco com CD's ou Pen's, e por acaso estava a tocar músicas originais minhas, que estão registadas na SPA (Sociedade Portuguesa de Autores). Dei o meu nome e número de registo e foi isso.”, descrevendo assim toda a situação.
 
Por fim, o português deixou algumas dicas aos seus colegas: “Deixo o desafio a todos os agentes envolvidos nesta questão, instituições que tratam dos direitos de autor, DJ's, músicos e produtores para haver uma conversa, de forma a todos perceberem os diferentes universos de cada um dos envolvidos e esclarecermos finalmente muitas dúvidas que ainda existem.”.
 
As dúvidas que Ride quer ver esclarecidas, estão relacionadas com “uma grande lacuna na legislação no que diz respeito a remix's e mashups, entre outras ‘práticas’ comuns dentro da música eletrónica.”, revelando que “é impossivel ter uma declaração de todos eles…”.
 
Publicado em Artistas
Considerada como uma das melhores queimas das fitas do país, a organização do evento dos estudantes de Coimbra anunciou hoje os cabeças de cartaz, que vão subir ao palco entre os dias 8 e 15 de maio.
 
DVBBS, Dynamic Duo, Fucking Bastards e DJ Ride são os nomes de música eletrónica que vão marcar presença na Queima das Fitas de Coimbra. A apresentação oficial do cartaz decorreu hoje, na Praça Água, com a atuação do português DJ Ride.
 
No Palco RUC estão confirmados DJ Maboku CDM e DJ Lilo Cox, em formato B2B e Ansome, nome emergente do techno britânico, entre os dias 8 e 11 de maio.
 
Confere abaixo o cartaz completo:
 
  • 8 de maio – Palco Principal: TFMUC, Frankie Chavez, James Arthur, TMUC. Palco Ruc: The Limboos, Subway Riders, Eduardo Negrão & Daniela Silva, A Boy Named Sue
  • 9 de maio – Palco Principal: Orquestra Típica e Rancho, The Gift, Miguel Araújo, Estudantina. Palco Ruc: Tribruto, Ghost Wavvves x No Future, Evil Needle, Catarina Ribeiro
  • 10 de maio – Palco Principal: Quantunna, Tiago Miguel, Hi-Fi, Quim Barreiros, Fan-Farra. Palco Ruc: DJ Maboku CDM & DJ Lilo Cox (B2B), Sauvage FM Live Drum, DJ Nigga Fox, Francisco Monteiro
  • 11 de maio – Palco Principal: Mondenguinas, Dillaz, Sam The Kid & Mundo Segundo, Estudantina Feminina. Palco Ruc: Ansome, Eomac, José Sousa, Liliana Carvalho
  • 12 de maio – Palco Principal: Phartuna, Fucking Bastards, Dynamic Duo, DVBBS, TAFFUC
  • 13 de maio – Palco Principal: D.A.M.A., Tara Perdida, DJ Ride, Coral Quecofónico do Cifrão
  • 14 de maio – Palco Principal: Desconcertuna, Vencedor Concurso de Bandas, Anselmo Ralph, Orxestra Pitagórica
  • 15 de maio – Palco Principal: As Fans, Paus, The Kooks, Grupo de Cordas, Grupo de Fado
 
Publicado em Eventos
O Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, foi o local escolhido para a segunda edição das Scratch Locations, de DJ Ride, já disponível no Youtube.
 
A banda sonora do vídeo é uma versão de “Barco Negro”, que faz parte do alinhamento do álbum “Bairro da Ponte”, de Stereossauro, também membro dos Beatbombers do qual DJ Ride faz parte.
 
O objetivo destas Scratch Locations é homenagear as músicas preferidas do DJ e produtor português em vários locais do país.
 
DJ Ride foi um dos artistas mais votados na edição do ano passado do TOP 30 do Portal 100% DJ, ficando colocado em 8º lugar.
 
Publicado em Artistas
O português DJ Ride foi selecionado como wild card para representar Portugal na competição Red Bull Thre3Style no Japão e vai documentar a sua viagem através de vários vídeos “Follow The #LuckyBastid”. A estreia será amanhã, com a exibição de um episódio por dia, até 21 de setembro.
 
A competição de DJs Red Bull Thre3Style nasceu no Canadá em 2011 e até agora já sagrou três camepões: DJ Hedspin, DJ Four Color Zack e DJ Shintaro. A única regra deste concurso é que o DJ tem de repreoduzir, no mínimo, três estilos musicais diferentes, juntamente com as suas técnicas e competências. O jurí vai avaliar todos estes aspetos, incluindo ainda a reação do público.
 
DJ Ride foi escolhido para a competição pois segundo Skratch Bastid, DJ canadiano que ficou responsável por selecionar a wild card de 2015, o produtor português contém “equilíbrio entre técnica e musicalidade e as suas seleções”.
 
A eliminatória que poderá dar o acesso de DJ Ride à final será no próximo dia 19 de setembro (sábado), onde vai disputar o lugar com Mr. Skin e Bomber Selecta. A final vai ser no dia seguinte e será transmitida em direto para todo o mundo através de um live stream.
 
Mas DJ Ride não fica por aqui. O artista das Caldas da Rainha ainda arranjou tempo para enviar um freestyle de vídeo scratch par a categoria Visual DJ do DMC World DJ Championships e apelou aos seus fãs, através da sua página oficial de Facebook, para votarem no mesmo.
 
 
Publicado em Artistas
quarta, 18 setembro 2019 20:01

Beatbombers encerram festival Iminente

A dupla Beatbombers, composta por DJ Ride e Stereossauro, ficou a cargo de encerrar a edição deste ano do Festival Iminente, que vai decorrer este fim de semana no Panorâmico de Monsanto em Lisboa.
 
A performance dos artistas portugueses promete fechar em grande a edição deste ano do festival, que contará com convidados especiais.
 
Este festival conta ainda com a atuação de DJ Firmeza, DJ Nigga Fox, DJ Marfox e muitos outros artistas, além conferências, instalações e artes visuais. O evento já percorreu várias cidades a nível mundial, tais como Xangai, Londres e Rio de Janeiro.
 
Os bilhetes encontram-se à venda na Ticketline a um preço de 15 euros.
 
Publicado em Festivais
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.

Este site utiliza cookies. Ao navegares neste site estás a consentir a sua utilização. Para mais informações consulta a nossa Política de Privacidade.