24-06-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

sexta, 29 maio 2015 19:29

E os DJs mais ricos do mundo são...

A Celebrity Networth, um website sobre economia e as fortunas de milionários, divulgou hoje a lista dos 50 DJs mais ricos do mundo. Calvin Harris, Tiesto e Avicii ocupam os primeiros lugares do pódio.
 
Outros nomes sonantes da música eletrónica como Guy-Manuel de Homem-Christo (Daft Punk), Paul Oakenfold, Paul van Dyk, David Guetta, Armin van Buuren e Steve Aoki fazem parte deste top 50.
 
Uma curiosidade acerca desta lista, é a presença de Swedish House Mafia, passado mais de um ano depois do fim do trio sueco.
 
Confere abaixo a lista completa e os respetivos valores:
 
  • 1 – Calvin Harris – 110 milhões de dólares
  • 2 – Tiesto – 105 milhões de dólares
  • 3 – Avicii – 75 milhões de dólares
  • 4 – Guy-Manuel de Homem-Christo – 70 milhões de dólares
  • 5 – Thomas Bangalter – 70 milhões de dólares
  • 6 – Paul Oakenfold – 65 milhões de dólares
  • 7 – Paul van Dyk – 60 milhões de dólares
  • 8 – David Guetta – 60 milhões de dólares
  • 9 – Armin van Buuren – 55 milhões de dólares
  • 10 – Steve Aoki – 55 milhões de dólares
  • 11 – Deadmau5 – 53 milhões de dólares
  • 12 – Afrojack – 50 milhões de dólares
  • 13 – John Digweed – 48 milhões de dólares
  • 14 – Kaskade – 43 milhões de dólares
  • 15 – Judge Jules – 42 milhões de dólares
  • 16 – Sasha – 40 milhões de dólares
  • 17 – Skrillex – 36 milhões de dólares
  • 18 – Pete Tong – 33 milhões de dólares
  • 19 – Moby – 32 milhões de dólares
  • 20 – Tom Joyner – 30 milhões de dólares
  • 21 – Kidd Kraddick – 30 milhões de dólares
  • 22 – Zedd – 25 milhões de dólares
  • 23 – Fatboy Slim – 24 milhões de dólares
  • 24 – Steve Angello – 24 milhões de dólares
  • 25 – Hardwell – 23 milhões de dólares
  • 26 – The Chemical Brothers – 22 milhões de dólares
  • 27 – Swedish House Mafia – 20 milhões de dólares
  • 28 – John Laws – 20 milhões de dólares
  • 29 – Ferry Corsten – 20 milhões de dólares
  • 30 – DJ Pauly D – 20 milhões de dólares
  • 31 – Ryan Lewis – 18 milhões de dólares
  • 32 – DJ Khalil – 16 milhões de dólares
  • 33 – Sebastian Ingrosso – 16 milhões de dólares
  • 34 – Carl Cox – 16 milhões de dólares
  • 35 – Axwell – 16 milhões de dólares
  • 36 – Eddie Piolin Sotelo – 15 milhões de dólares
  • 37 – Bob Kevoian – 15 milhões de dólares
  • 38 – Benny Benassi – 15 milhões de dólares
  • 39 – Tom Griswold – 15 milhões de dólares
  • 40 – Diplo – 15 milhões de dólares
  • 41 – John R. Gambling – 15 milhões de dólares
  • 42 – Martin Garrix – 14 milhões de dólares
  • 43 – Sven Vath – 14 milhões de dólares
  • 44 – Jeffrey Sutorius – 13,5 milhões de dólares
  • 45 – Tim Westwood – 13 milhões de dólares
  • 46 – Gareth Emery – 13 milhões de dólares
  • 47 – Darude – 12 milhões de dólares
  • 48 – Aphex Twin - 12 milhões de dólares
  • 49 – Don Geronimo – 10 milhões de dólares
Publicado em Mix
Uma listagem de regras, algumas hilariantes, está a tornar-se viral e a correr as redes sociais. O "regulamento" faz parte de um novo clube que vai abrir portas durante este mês de fevereiro, na cidade do pecado - Las Vegas.
 
No documento pode ler-se que não é permitido tocar alguns géneros musicais como trap, hip hop e até mesmo dubstep. Faixas de artistas como Hardwell, Calvin Harris, Martin Garrix, Tiësto, Swedish House Mafia e Wolfgang Gartner estão também proibidas de serem tocadas. Fora de questão, está também o DJ falar ao microfone. 
 
No remate final a administração do clube, que assina o documento, avisa que se alguma das regras for quebrada, o DJ sai imediatamente da cabine e não será renumerado. 
Que te parecem estas regras? Puro marketing?
 
 
Publicado em Nightlife

O seu nome artístico é Leo Smillle, é cego e está a concretizar um sonho. Após uma formação na Academia Internacional de Música Eletrónica (AIMEC) foi convidado por Alok, o DJ mais popular do Brasil, a subir ao palco do Happy Holi em Campinas e atuar para milhares de pessoas.

 
A AIMEC é considerada a melhor escola para DJs do Brasil e deu um grande apoio a Leonardo Freire durante o curso e na preparação para a atuação no Club 88 e no Happy Holli. “Hoje o meu coração transbordou de todos os sentimentos lindos que existem. Sem palavras: meu aluno Leo Smille tocando na Happy Holi com Alok! Obrigado por abraçar esta causa comigo parceiro!”, salientou Rafaella de Vuono, DJ e professora na AIMEC, na sua página pessoal de Facebook.
 
O próprio Alok já partilhou várias fotografias e testemunhos nas redes sociais, incluindo um vídeo de bastidores e da atuação de Leo Smille no Happy Holi, onde é possível observar a felicidade do brasileiro ao ouvir o público.
 
“Ele é cego... Mas quem disse que isso impede ele de sonhar? O sonho dele é se tornar um DJ e hoje ele pôde viver um pouco disso comigo no palco! (...) Não é preciso de visão para enxergar, mas de sensibilidade. A mesma sensibilidade que a música pede e isso o Leo tem de sobra, alem de muita determinação e força de vontade”, referiu Alok na sua página oficial de Facebook.

 

 

 
DJ Leo Smille

Não é preciso de visão pra enxergar, mas de sensibilidade, a mesma sensibilidade que a música pede, e isso o Leo tem de sobra, além de muita determinação e força de vontade. Que seja apenas o primeiro passo na sua carreira Leo!

Posted by Alok on Segunda, 6 de julho de 2015
Publicado em Artistas
Pelo sétimo ano consecutivo e de forma a comemorar os seus 11 anos de existência, o Portal 100% DJ vai distinguir, em conjunto com todos os noctívagos, a dedicação, o esforço e o trabalho desenvolvido ao longo do ano, por parte dos DJs e produtores nacionais, numa iniciativa única que pretende não só revolucionar a indústria da música eletrónica como também contribuir para o desenvolvimento da carreira dos artistas.

Mais uma vez a opinião do público será decisiva, pois é quem irá delinear as posições deste TOP 30, através de uma votação online, onde todos podem eleger os seus DJs e produtores portugueses favoritos, aqueles que mais se destacaram em 2018 independentemente do estilo de música eletrónica que tocam. Mais uma vez esta ação será destinada, não só para aqueles que já estabeleceram o seu lugar na dance scene nacional, como também para os novos talentos, que com o seu excelente trabalho já emergem no mercado da música.

Todos os pormenores desta ação serão aqui anunciados a 25 de setembro, que, segundo Ivo Moreira, diretor do Portal 100% DJ "tem todas as condições para ser novamente um sucesso. No ano passado as expectativas foram superadas em larga escala, com uma adesão em massa por parte de pessoas dos mais variados pontos do país e do mundo, que votaram nos seus artistas favoritos. Sobre esta nova edição, há novidades a serem preparadas para em dezembro - mês em que anunciamos as posições do TOP - apresentarmos algo diferente do habitual."
Publicado em 100% DJ

 

A rádio Nova Era lançou esta semana o passatempo “Melhor Ouvinte do Mundo Abre a Melhor Beach Party da Europa”, que dá a oportunidade a um DJ e produtor de atuar no mesmo palco que Steve Angello, Dimitri Vegas & Like Mike ou R3hab, nos dias 3 e 4 de julho, na Praia do Aterro, em Matosinhos.
 
Para participares no concurso, consulta o regulamento na página oficial da Nova era. Numa das edições anteriores deste passatempo, o vencedor foi Francisco Cunha, que lançou recentemente o seu primeiro single.
 
A Nova Era Beach Party já está em contagem decrescente e o line up já está completo. Os bilhetes estão disponíveis em pré-venda até ao dia 31 de maio nos locais habituais, entre os 15 (bilhete diário) e os 25 euros (passe geral).
 
 
Publicado em Festivais
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados do Brasil aprovou no passado mês de novembro, um projeto de lei que regulamenta a profissão de DJ. Entretanto foi alterado e volta em breve ao Parlamento brasileiro para que possa ser novamente discutido e, por sua vez, votado.
 
Para exercer a profissão de DJ no Brasil, os artistas têm de ter frequentado um curso técnico de 800 horas, em instituições reconhecidas pelo Ministério da Educação. Para realizar o curso, é obrigatório ter pelo menos 16 anos e o ensino médio completo (ou estar ainda a frequentar).
 
Esta nova regra não se aplica aos profissionais que já estejam a trabalhar na área há, pelo menos, cinco anos, nem para os DJ estrangeiros que permaneçam no Brasil até um mês.
 
A duração do trabalho de um DJ profissional também foi tida em conta e não pode superar as seis horas por dia e ir até 30 horas por semana. Essa duração é o período de apresentação ao público, incluindo também ensaios e atividades de promoção do artista. O DJ deverá ainda ter direito a um intervalo para refeição e descanso de 45 minutos, no mínimo. Em relação às horas extras, o pagamento tem uma subida de 100% sobre o valor normal. Se o artista trabalhar em condições perigosas, o projeto de lei prevê ainda que o mesmo deva receber um pagamento adicional.
 
Em Portugal, “Disc Jockey” é reconhecido como um profissional das artes do espetáculo. Isto é, desde 2010 que o Instituto Nacional de Estatística inclui o “Djing” na Classificação Portuguesa de Profissões com o número 26.59.1 e é conferido o direito de usar o C.A.E. 90010 a quem iniciar/exercer a atividade com esse número.
 
Em termos burocráticos, recorde-se que a PassMúsica (entidade legal de proteção dos direitos autor ligados à música) possui uma licença - a Licença de Reprodução para DJs - que abrange todas as pessoas que exerçam a atividade de DJ (profissional ou acessória) cujo objetivo objetivo passa por permitir aos DJs a utilização de gravações musicais em formatos diferentes daqueles em que foram adquiriram originalmente. A licença tem o valor anual de 350 euros.
Publicado em Mix
quarta, 25 março 2009 21:51

Super Bock à procura do melhor DJ

A Super Bock está à procura dos novos valores da música electrónica do país. DJ Tour Super Bock 2009, é uma iniciativa que vai percorrer diversos pontos de Portugal. O grande vencedor vai actuar no Festival Surfest, desfrutar de um fim-de-semana em Ibiza e ganha um curso de DJ.

As inscrições para a primeira edição do DJ Tour Super Bock estão abertas até ao próximo dia 26 online, em www.superbock.pt, onde se pode consultar o regulamento. Os candidatos, DJ amadores, com um mínimo de 16 anos, devem enviar um set mix de 30 minutos que inclua um tema dos Depeche Mode e um dos The Killers e uma demo de 3 minutos, ambos em formato mp3.

Os trabalhados são analisados por um júri que vai seleccionar 32 DJ, que participam depois em oito eliminatórias, onde cada um terá a oportunidade de mostrar o que vale em meia hora, para passar à fase seguinte.

Évora recebe a primeira eliminatória, a 3 de Abril, no Spazio, e termina a 25 de Abril, no Hacienda Club, em Setúbal, passando pelo Algarve (Trignometria), Ofir (Pacha), Porto (Bela Cruz), Coimbra (Vynil), Braga (Lagar) e Lisboa (Doca de Santo) o 100% DJ vai lá estar.

O público, um representante do local onde decorre o evento e a organização escolhem quem chega às meias-finais. Os quatro concorrentes da final vão ser avaliados pelo público, por um DJ de renome e por um representante da Unicer.
Publicado em Marcas
quarta, 09 novembro 2016 22:54

DJs reagem à vitória de Donald Trump

Inesperadamente para muitos, Donald Trump é o novo presidente dos Estados Unidos da América, um dos países mais influentes do mundo. Esta vitória contra Hillary Clinton gerou diversas reações nas redes sociais por várias personalidades, incluindo nomes da música eletrónica internacional.

 
Recorde-se que Zedd foi um dos artistas que, desde o anúncio da candidatura de Donald Trump à presidência dos EUA, admitiu abandonar o país se o candidato saísse vitorioso nas eleições de 8 de novembro.
 
Confere abaixo algumas reações de DJs e produtores:

 

Publicado em Artistas
 
A plataforma que mede a audiência do mundo da indústria musical - JustGo -, divulgou os resultados de um estudo que fez sobre os 100 DJs que mais êxito obtiveram nas redes sociais no decorrer do ano 2013. A base do estudo esteve assente nas quatro principais redes sociais Soundcloud, Youtube, Twitter e Facebook. Este estudo teve também a parceria da Topple Track - a plataforma que protege produtores e editoras da pirataria. 
 
A maioria deste Top é composto por artistas da vertente mais comercial, onde Hardwell lidera o topo. Facto é, que nem Armin van Buuren nem Tiësto estão no Top 10 e, infelizmente o mérito e presença dos portugueses nas redes sociais não foi reconhecida neste Top 100.
 
O total desta lista ultrapassa os 295 milhões de fãs em todo o mundo, onde dois terços desses fãs são apenas no Facebook. Durante o ano passado, o número de fãs nas redes sociais registou um total de 34% mas o destaque vai para a plataforma Soundcloud que registou o maior crescimento na ordem dos 60%, tornando-se a rede social mais emergente.
 
Neste estudo, soube-se ainda os artistas que mais terão crescido em cada rede social. Foram eles, Quintino no Facebook, Dyro no Twitter, Disclosure no Youtube e Armin van Buuren no Soundcloud.
 
Também a plataforma Topple Track que salvaguarda a proteção dos produtores e das editoras colaborou neste estudo revelando os cinco DJs mais pirateados de 2013. E a ordem é: Hardwell, Calvin Harris, Dimitri Vegas & Like Mike, Nicky Romero e Zedd.
 
A infografia para conferir em baixo.
 
 
Publicado em Infografias
segunda, 06 outubro 2008 23:07

DMC Portugal campeonato de DJs

No passado dia 13 de Setembro, realizou-se pela primeira vez o DMC Portugal Campeonato de DJ 2008 no Santiago Alquimista. O objectivo deste campeonato foi premiar os melhores DJ’s portugueses para representar Portugal nas finais mundiais nos dias 26 e 27 de Setembro.

Os vencedores desta competição foram:

Categoria Individual
DJ Nel-Assassin
Equipa
Supa
Supremaçy
DJ Ride

Brevemente esta competição poderá ser vista em DVD.
Publicado em Eventos
Pág. 1 de 5
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.