13-12-2019

  Diretor Ivo Moreira | Periodicidade Diária

Sobre Nós  |  Fala Connosco     

Lisboa vai receber um novo festival de música eletrónica no próximo dia 9 de junho, no Campo Pequeno, com grandes nomes nacionais e internacionais e o Portal 100% DJ como Media Partner Oficial.
 
Thomas Gold, Matisse & Sadko, KEVU, Justin Mylo, D.O.D. e Audiotricz são os artistas confirmados para a primeira edição deste festival. Se és DJ, podes ter a oportunidade de abrir o evento, participando num concurso com um set de 30 minutos através do site oficial do Discoveries Festival.
 
Os bilhetes já se encontram disponíveis com preços entre os 15 e os 560 euros na Ticketline e nos restantes locais habituais.
 
Publicado em Festivais
A edição deste ano do RFM Somnii, que anunciou recentemente várias novidades, vai contar ainda com a presença de Afrojack, Netsky e a estreia a nível nacional de Radical Redemption.
 
O maior sunset de sempre vai decorrer entre os dias 5, 6 e 7 de julho em vários pontos da cidade da Figueira da Foz e o rapper Tyga é um dos cabeças de cartaz do evento.
 
Os bilhetes encontram-se à venda nos locais habituais com preços entre os 25 e os 271 euros.
 
 
Publicado em Festivais
O festival Tomorrowland aconteceu no passado fim de semana na Bélgica e acolheu milhares de visitantes, que utilizaram a aplicação Shazam para descobrir algumas músicas. Foi agora divulgada a lista dos temas mais procurados durante todo o festival de música eletrónica, que inclui artistas como Robin Schulz, DJ Snake e Avicii.
 
Confere abaixo a lista completa:
 
  • Major Lazer feat. M Ø & DJ Snake – Lean On
  • Robin Schulz feat. Ilsey – Headlights
  • Lea Rue – I Can’t Say No! (Broiler Remix)
  • Jack Ü feat. Justin Bieber – Where Are Ü Now
  • Avicii – Waiting For Love
  • Félix Jaehn feat. Jasmine Thompson – Ain’t Nobody (Loves Me Better)
  • Dimitri Vegas & Like Mike feat. Ne-Yo – Higher Place
  • DJ Snake & AlunaGeorge – You Know You Like It
  • Netsky – Rio
  • Kygo feat. Parson James – Stole The Show
 

 
Publicado em Tomorrowland
É um dos nomes da dance scene nacional que todos devem ouvir, ver e lembrar. Com uma carreira além fronteiras, Moullinex pisou o palco Music Valley na edição deste ano do Rock in Rio Lisboa numa atuação energética que pôs todos os presentes a dançar. O Portal 100% DJ esteve à conversa com o artista português nos bastidores do  evento e além da sua carreira, falou-nos sobre as suas parcerias e ainda do seu novo tema editado pela famosa Majestic Casual.
 
Como surgiu a oportunidade de criares remixes para os Two Door Cinema Club ou Cut Copy?
Comecei por fazer remixes não oficiais. Colocava-os online e comecei a ter alguma atenção em blogs, com pedidos para remixes oficiais. O primeiro grande remix foi o dos Cut Copy e mudou muita coisa, começaram a chamar-me aqui e ali para tocar e fazer remisturas. Com os Two Door Cinema Club surgiu nesse mesmo contexto, foi a editora deles que fez o convite. De facto, fiquei muito contente com esse início, foi uma grande ajuda para tudo o que faço agora.
 
Juntamente com Xinobi, és proprietário da editora Discotexas e já trabalharam muitas vezes juntos. O que vos ligou?
Desde o início do projeto Moullinex que eu trabalho com o Bruno (Xinobi), em “modo ping-pong”. Na altura em que eu lhe comecei a falar foi quando ele estava numa banda de rock português, a Vicious Five, que eu gostava muito e quis fazer uma remistura deles. Quem me respondeu ao pedido foi o Xinobi, que era o guitarrista. A partir daí começámos o nosso processo de “ping-pong” que nos motivou muito e então fazia todo o sentido criar a editora. Nós somos praticamente irmãos e vejo-o como um irmão mais velho e o projeto da editora acabou por fazer todo o sentido, para podermos editar a nossa própria música com aquela excitação da ingenuidade, de achar que era tudo muito fácil. É claro que nem sempre é. Fazemos edições digitais e físicas, em vinil e CD, mas editar música digitalmente hoje é muito fácil. Temos a sorte de ter muita gente por todo o mundo que nos apoia.
 
 
Como é aceitar um convite de pisar palcos de grandes festivais como o NOS Primavera Sound ou o Rock in Rio?
É com muito empenho, sobretudo numa altura em que me colocam a tocar em horários nobres e então é um privilégio muito grande. Normalmente respondo a estes desafios com muito trabalho e quero sempre dar o melhor de mim e o melhor espetáculo possível.
 
E o público adere, certamente...
Sim. Tem sido assim e é muito bom sentir esse carinho.
 
Fala-nos do teu tema mais recente, “Dream On”, editado pela Majestic Casual.
Essa editora começou como um canal de Youtube, normalmente com uma fotografia nos vídeos de uma menina bonita ou de um pôr-do-sol, mas depois ficou associada a um certo estilo de música mais chill e alguma eletrónica mais etérea. Na altura, eu tinha esse tema terminado e queria editá-lo o mais rápido possível. A editora mostrou interesse imediato, uma vez que já tinham publicado alguns temas meus e decidimos experimentar. Não queria ter a pressão de associar a música a um álbum ou numa edição mais longa. Tem corrido muito bem. Estou contente.
 
 
O que podes desvendar acerca da tua carreira a curto prazo?
Ainda estou a tocar muito este álbum que saiu em outubro. Acho que funciona muito bem em espetáculo ao vivo com banda e o Ghettoven a interpretar as diferentes personagens que são os cantores convidados. Estou a trabalhar em faixas novas, apesar de ainda não saber se serão apenas singles ou se irei incluir num novo álbum. Tenho uma linha de montagem quase alinhada de coisas para sair e não quero estar à espera de ter 20 músicas prontas para editar um álbum. Vou lançando músicas à medida que elas estiverem prontas e se for caso disso, editá-las. Se depois fizer sentido, ou não, incluí-las num álbum logo decido. Mas, por causa de vir também do mundo da pista, gosto muito de álbuns porque cresci a ouvir artistas de álbuns mas, também venho do mundo das 12 polegadas e faz sentido que as coisas saiam depressa. É uma tirania ter uma música pronta e ter de esperar 5 ou 6 meses para que elas saiam e então gosto de subverter esse processo. Como somos donos da nossa própria editora e donos do nosso destino, temos recursos para o fazer. É um privilegio, claro.
 
Que mensagem gostarias de deixar aos leitores e seguidores do Portal 100% DJ?
Continuem a apoiar a música de dança feita em Portugal. Acho que estamos num momento muito saudável da música de dança portuguesa e é bom sentir isso tanto a falar com público mais jovem como os da velha guarda. Apesar de já não me sentir desta geração, admiro os dois lados e sinto-me um bocado no meio disto tudo. É bom sentir que estamos a viver um momento muito saudável e os artistas estão muito bem representados nos festivais nacionais e internacionais. Para mim, é um privilégio que haja também pessoas interessadas em cobrirem o que está a acontecer, como vocês, e desejo o meu maior apoio para o vosso trabalho.
 

Publicado em Entrevistas
Chama-se Tomorrowland Winter e promete ser um sucesso. O famoso festival de música eletrónica vai chegar a França, em Alpe d’Huez entre os dias 13 e 15 de março do próximo ano.
 
Os festivaleiros podem ter a oportunidade única de ouvir os melhores nomes da música eletrónica internacional rodeados de neve, montanhas e paisagens de cortar a respiração. Para os apaixonados pelos desporto de inverno, também poderão ter acesso a pistas de ski.
 
A organização espera uma lotação de 30 mil pessoas, num recinto especialmente decorado, como é habitual, numa altitude de mais de 2000 metros. O tema desta edição de inverno é “The Hymn Of The Frozen Lotus”. Para mais informações podes consultar o site oficial do Tomorrowland.
 
Publicado em Tomorrowland
O maior festival de urban music da Europa chega pela primeira vez este ano a Portugal. Com o nome de Afro Nation, vai decorrer na Praia da Rocha, em Portimão, entre os dias 1 e 4 de agosto. 
 
Além de grandes nomes da atualidade de géneros como o afrobeat, r&b, trap, hip hop, dancehall e bashment, o festival conta com a atuação dos DJs Amorim Jr, Applebum DJs, Charlie Sloth, Distruction Boyz, DJ Cuppy, DJ Edott, DJ Ike, DJ Obi e muitos outros. 
 
O festival já se encontra com lotação esgotada, com público oriundo de toda a Europa. Além do palco principal, o evento vai contar ainda com beach parties, after parties e boat parties.
 
Publicado em Festivais
terça, 29 maio 2018 21:41

Diego Miranda regressa ao Tomorrowland

Enquanto percorre o mundo com as suas atuações energéticas, o português Diego Miranda prepara-se para regressar ao famoso festival Tomorrowland, em Boom, na Bélgica, no dia 29 de julho.
 
Diego Miranda vai atuar no palco Smash The House juntamente com outros grandes artistas como BassJackers, Dimitri Vegas & Like Mike, KSHMR, Nicky Romero, Steve Aoki, entre outros.
 
O festival Tomorrowland volta a acontecer este ano durante dois fins de semana, nos dias 20, 21, 22, 27, 28 e 29 de julho.
 
Recorde-se que Diego Miranda ficou colocado na segunda posição do TOP 30 do Portal 100% DJ de 2017.
 
Publicado em Tomorrowland
 
Se gostas de fotografia, concertos e festivais, este workshop é para ti. A Associação Portuguesa de Festivais de Música (APORFEST) associou-se ao Movimento de Expressão Fotográfica e criaram a primeira edição do Workshop de Fotografia em Festivais de Música, com o apoio da promotora Uguru.
 
Com as inscrições completas, o workshop irá decorrer do dia 30 de outubro a 25 de novembro, em Lisboa. A componente teórica e de edição de imagens terá uma duração total de 16 horas, enquanto que a componente prática será fotografar os espectáculos e o ambiente do Misty Fest, de 4 a 14 de novembro.
 
Os valores do workshops são entre os 100 e os 120 euros, apenas com 12 vagas já preenchidas.
 
Conteúdos do workshop:
  • Temperatura de cor;
  • O momento certo;
  • A relação com os músicos e com o palco;
  • Sensibilidades, relação com a luz existente;
  • Grão e ruído;
  • Profundidades de campo e foco selectivo;
  • Composição de fotografia de espectáculo;
  • Distâncias focais, luminosidade das objectivas (efeitos e características);
  • Direito à imagem;
  • Tratamento digital de imagens em programa de edição;
  • Uso do Flash e iluminação;
  • Fotografia de reportagem.
 
Para mais informações consulta o site official da APORFEST em aporfest.pt.
 
Publicado em Mix
 
A rádio Mega Hits acaba de estrear o seu novo estúdio móvel inovador, no Capítulo Perfeito, a competição anual de surfistas nacionais e internacionais, realizada em Carcavelos.
 
O estúdio móvel é uma versão gigante do logótipo da Mega Hits em formato tridimensional, a coroa, que vai permitir o reforço do posicionamento e ativação da marca. A estrutura tem todas as condições para receber convidados e vai estar iluminada durante a noite, com o slogan “Isto é Mega”.
 
 
A presença desta rádio móvel será regular em diversos festivais, eventos académicos e campeonatos de surf, um pouco por todo o país.
 
A rádio direcionada para o público jovem assinou recentemente o festival Mega Hits Kings Fest, que contou com a presença de grandes DJs internacionais como Martin Garrix, Blasterjaxx, Jay Hardway e DVBBS, em Lisboa.
 
 
 
 
 
Publicado em Festivais
 
O Rock in Rio Lisboa foi o festival de Verão com melhor desempenho mediático nos meios de comunicação social, durante o mês de maio de 2014. 
 
O evento realizado no Parque da Bela Vista reforçou desta forma a liderança que mantém desde janeiro na “maratona dos Festivais de Verão 2014”. Este estudo, realizado de forma continuada pela Cision (líder global em serviços e software de pesquisa, monitorização e análise de media), está a analisar a evolução do mediatismo comparado de diversos festivais de música realizados em Portugal, ao longo dos meses, até ao final do Verão. 
 
Para a obtenção deste resultado pelo Rock in Rio, no mês de maio, foram decisivas as 3042 notícias apuradas e as setenta e quatro horas e trinta e seis minutos de tempo de antena registados pelo festival em meio televisivo. 
 
De salientar são ainda os resultados dos festivais Optimus Alive, que conseguiu o segundo lugar no ranking com 498 notícias e 32 minutos de tempo de antena em televisão, e a manutenção na terceira posição do festival Super Bock Super Rock, com 242 notícias apuradas e 40 minutos registados em meio televisivo.
 
O objeto de análise deste estudo são todas as notícias referentes aos diferentes festivais, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2000 meios de comunicação social (televisão, rádio, online e imprensa). O período temporal sobre o qual incide é sempre o mês imediatamente anterior à elaboração do ranking, neste caso de 1 a 31 de maio de 2014.
 
Em baixo poderás conferir a posição mediática de nove festivais realizados em Portugal.
 
 
Publicado em Rock in Rio
Pág. 1 de 18
100% DJ. Projeto editorial independente cujos valores se guiam pelo profissionalismo, isenção e criatividade, tendo como base de trabalho toda a envolvente da noite nacional e internacional, 365 dias online.

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.