Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Mensal

 

Luís Miranda, de 24 anos, era natural de Ronfe, em Guimarães e estava a celebrar o aniversário de um amigo, na discoteca Bar Chic, em Famalicão, quando foi agredido pelos seguranças, depois de ter sido expulso do espaço noturno.
 
Depois do jantar de aniversário do amigo de Luís, o grupo dirigiu-se ao Bar Chic, na vila de Riba d’Ave, para continuar a celebração. Ao fim de algumas horas, o jovem de 24 anos foi expulso da discoteca por estar excessivamente alcoolizado e por provocar confusão com outros clientes presentes. No exterior, Luís reagiu à sua expulsão, atirando objetos em direção aos seguranças, que reagiram com violência e perseguição.
 
As lesões graves, principalmente na zona do torso e na cabeça, fizeram com que o jovem fosse imediatamente levado para o hospital de Riba d’Ave, e, porteriormente, para o hospital de Braga. Permaneceu internado, em estado de coma e com o prognóstico reservado, acabando por falecer na passada sexta-feira.
 
A família de Luís fez queixa às autoridades na terça-feira e o caso já está a ser investigo pela Polícia Judiciária do Porto, após a morte do jovem. Agora aguarda-se os resultados da autópsia, segundo o jornal Público.
 
Recorde-se que esta semana a polícia já identificou os agressores do caso onde também envolve seguranças e um jovem agredido no Cais do Sodré, em Lisboa.
 
Publicado em Nightlife
domingo, 04 dezembro 2016 14:54

EUA: incêndio em discoteca faz nove mortos

Pelo menos nove pessoas morreram e mais de duas dezenas estão dadas como desaparecidas na sequência de um incêndio durante uma festa de música eletrónica em Oakland (Califórnia) nos Estados Unidos. Face ao número de vítimas que estarão entre os destroços, as autoridades admitem que o número de mortos possa chegar aos 40.
 
O incêndio deflagrou por volta das 23h30 locais de sexta-feira (7h30 de sábado em Portugal continental) na sala de espetáculos Ghost Ship, perto da baixa de Oakland, onde várias dezenas de pessoas assistiam a um espetáculo do projeto eletrónico Golden Donna de Joel Shanahan. 
 
As operações de resgate estão a ser demoradas porque o telhado do armazém ruiu. Teresa Deloach-Reed, porta-voz dos bombeiros locais confirmou ao jornal East Bay Times que o telhado colapsou, dificultando o trabalho das equipas no local e explicou que a maior parte das vítimas mortais foram encontradas no segundo andar do edifício. No evento estavam entre 50 a 100 pessoas.
Publicado em Nightlife
domingo, 02 setembro 2012 20:11

Almada: 14 feridos numa rixa junto a discoteca

Uma desordem junto a uma discoteca no Feijó, Almada, este domingo de madrugada, provocou pelo menos 14 feridos ligeiros, alguns dos quais receberam assistência hospitalar.
 
Segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, dos 14 feridos, vários foram transportados para o Hospital Garcia de Orta, em Almada, e outros foram assistidos no local, três dos quais recusaram transporte para o hospital.
 
A mesma fonte adiantou que o alerta foi recebido no CDOS cerca das 02.00 horas.
 
Para o local, de acordo com a fonte do CDOS, foram mobilizados 16 bombeiros das corporações de Cacilhas e Almada, apoiados por sete viaturas, a maioria ambulâncias, e uma viatura médica de emergência e reanimação.
 
A PSP de Almada tomou conta da ocorrência, mas contactada pela Agência Lusa ninguém da força de segurança se mostrou disponível para prestar informações sobre esta ocorrência.
Publicado em Nightlife
A partir desta sexta-feira, 3 de junho, as Escadinhas da Praia, em Lisboa, voltam a ganhar vida com a discoteca Kremlin, espaço icónico da noite da capital que reabre cinco anos depois do encerramento.
A festa vai contar com participação de cinco DJs das principais produtoras de música electrónica de Lisboa: Kaeser (Bloop Recordings), Gear (Frenzy), Groovefella (Plastik Galaxy Rebels), Johan e o DJ residente Dub Tiger.
 
O espaço noturno reabre agora com regularidade, até às seis da manhã, todas as sextas e sábados, mantendo-se igualmente a sua disponibilidade para acolher iniciativas particulares nos restantes dias da semana.
 
"É um projeto de continuidade de uma boa casa, com um bom nome", diz Filipe Martins ao DN, um dos quatro promotores, adiantando que "muita coisa vai mudar", mas sem tornar a discoteca irreconhecível a quem a frequentou noutros tempos. Continuará a ser uma discoteca de música eletrónica alternativa. E sem alterações à traça do antigo convento, mantendo os icónicos arcos de pedra em ogiva.
 
A discoteca abriu portas a 22 de dezembro de 1988 pela mão de João e Gonçalo Rocha (filhos do antigo presidente do Sporting João Rocha), os nomes por trás do grupo K (que viria a abrir a Kapital, em 1993, além de várias outras discotecas e restaurantes, nas décadas seguintes). Com uma oferta musical à época na noite lisboeta, rapidamente o Kremlin se transformou num nome incontornável.
 
Pelo espaço passou, desde a abertura de portas quase até 1995, como DJ residente Tó Pereira (mais tarde DJ Vibe). Terminados os anos 90 e já com vários espaços a concorrer na área da música de dança/eletrónica, o Kremlin abriu a nova década com vários episódios de violência. Em 2001, um tiroteio vitimou um segurança. Anos depois, o Kremlin voltou às primeiras páginas dos jornais por causa de um episódio de tiros à porta. Encerrou em 2011, abrindo apenas pontualmente para eventos particulares.
 
 
Fonte: DN.
Publicado em Nightlife
Pelo menos 22 pessoas ficaram feridas, na sequência do desabamento do chão de uma discoteca no sul de Tenerife, nas Ilhas Canárias, Espanha, na madrugada deste domingo.
 
O acidente aconteceu pelas 02.30 horas locais, na discoteca "Butterfly", um clube LGBT situado num centro comercial em Las Verónicas, no município espanhol de Adeje. O chão do estabelecimento noturno cedeu, tendo as pessoas presentes no local caído para o piso de baixo.
 
Os feridos, de diferentes idades e nacionalidades, foram transportados ao hospital com várias fraturas ósseas nas pernas, pés e costas, contusões ligeiras, e, em dois casos, traumatismos graves.
 
Nas operações de socorro, estiveram os bombeiros de Tenerife e pessoal do Serviço de Urgências das Canários, dos Centros de Saúde de Adeje e Cristianos e do Hospital do sul da ilha.
 
Publicado em Nightlife
segunda, 24 outubro 2011 19:17

Incêndio destruiu discoteca Vogue

Um incêndio destruiu ontem à noite as instalações da discoteca Vogue, na zona industrial do Porto, disse hoje à Lusa fonte da PSP.

De acordo com a fonte, houve "perda total" do espaço, que aquela hora se encontrava encerrado.
O fogo, que deflagrou cerca das 18:30h, obrigou ao corte ao trânsito da Avenida Fontes Pereira de Melo e afectou os edifícios contíguos, um estabelecimento de restauração e as instalações do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT).

Estes dois edifícios foram, sobretudo, afectados pelo fumo intenso provocado pelo incêndio.

Os Sapadores do Porto estiveram no combate às chamas, com 16 homens auxiliados por seis viaturas.

As causas do incêndio, que foi dado como extinto cerca das 21:45h, estão a ser investigadas pela Polícia Judiciária.
 
Fonte: I Online.
Publicado em Nightlife
quarta, 01 outubro 2008 21:44

La Movida Beach abre no Montijo

O grupo OPER, detentor dos Buddha Club, Buddha Lx, Art Lx, La Movida em Matosinhos e Guimarães, abrem na zona sul o La Movida Beach Montijo,  um conceito que tem tido imenso sucesso junto de todos os que o visitam pela sua originalidade e ambiente.

Esta inauguração que terá lugar na próxima 6ªf dia 3 de Outubro pelas 23:30 conta com a presença de figuras públicas ligadas aos mais variados quadrantes da vida nacional.

O La Movida Montijo fica localizado na antiga discoteca DXL no Largo da Estação, 2 – Montijo.
Publicado em Nightlife
sexta, 03 julho 2009 14:18

Crisfal volta em setembro

Não é novidade para nenhum noctívago, que no Alentejo a Discoteca Crisfal reina.
Espaço nocturno que tem vindo a desenvolver um conceito arrasador na noite do Alentejo com nomes de Top nacional e internacional de todos os estilos.

Conscientes que o Alentejo é uma zona dificil de agradar a todos, Alexandra e Filipe Ferreira, sócios-gerentes da Crisfal, têm superado expectativas de quem se gosta de divertir neste espaço que dispõe de um Café Lounge e uma Discoteca só por si, bem equipados.

Este Sábado, dia 01 de Agosto receberá a White Party sob mote de despedida até à rentrée em Setembro. Atenção que o dress-code será mesmo todo a rigor e claro está: branco.

Aproveita esta, porque as próximas só voltam em Setembro. Venham elas!
Publicado em Nightlife
Por onde passa deixa a sua marca. Steven Rod, dono de um carisma e talento que lhe é característico, regressa na próxima quinta-feira dia 20 de dezembro à El Pelícano, na Corunha. O recém-eleito número 16 no TOP 30 nacional, fecha, desta feita o ano de 2018 com um mês repleto de atuações em Portugal e além-fronteiras, numa das mais badaladas discotecas do país vizinho, atualmente a concorrer ao TOP 100 dos melhores clubs, levado a cabo pela revista DJ Mag.

Este regresso ao El Pelícano acontece meses depois de Steven Rod ter atuado ao lado de Steve Angello, membro dos Swedish House Mafia neste mesmo espaço de referência em Espanha que apenas tem recebido grandes nomes da música eletrónica.
 
Publicado em Artistas
A discoteca Pacha de Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, vai encerrar portas em janeiro de 2016, depois de 10 anos de sucesso. A (má) notícia foi dada através da página oficial de Facebook da discoteca.
 
“O maior abalo na música de dança da década teve lugar na pista de dança do Pacha. Durante 10 anos, foi a casa das maratonas de mais de 24 horas ao estilo de Nova Iorque, onde a música eletrónica e de dança testou as suas variações e ganhou vínculos, onde as estrelas nasceram e os fãs ficaram convertidos. Em janeiro, o Pacha de Nova Iorque fecha as portas pelo melhor.”, são as palavras deixadas na rede social.
 
O espaço noturno, no entanto, não vai fechar as suas portas sem proporcionar um mês inesquecível aos seus clientes. O aniversário de uma década vai ser comemorado com várias festas especiais, que vão contar com a presença de Puff Daddy, Carnage, Dirty South e Markus Schulz. Um dos destaques vai para a atuação de Erick Morillo, DJ residente e um dos proprietários do espaço, que vai subir à cabine do Pacha de Nova Iorque pela última vez no próximo dia 12 de dezembro. A passagem de ano também está marcada, tal como as últimas festas, que estão a ser preparadas em jeito de despedida.
 
“A média de duração de uma discoteca é de 18 meses – nós durámos 120”, disse o presidente do Pacha de Nova Iorque, Eddie Dean, em comunicado na página oficial do espaço noturno norte-americano. “Tem sido uma viagem selvagem que nenhum de nós vai conseguir esquecer. As últimas festas vão comemorar os diferentes artistas, estilos e momentos que fizeram o Pacha ser o melhor”, concluiu.
 
O Pacha de Nova Iorque ganhou diversos prémios ao longo dos últimos 10 anos, incluindo o de “Melhor Superclub” dos Club World Awards cinco vezes consecutivas e um dos melhores clubs do mundo pela revista DJ Mag.
 
Segundo o site oficial, durante os últimos 10 anos passaram 6 milhões de pessoas pela pista de dança, durante mais de 12 mil horas, o que dá um total de 1500 atuações em 500 semanas. Os fãs de uma das casas noturnas mais conhecidas a nível americano e mundial queimaram cerca de 10 bilhões de calorias ao longo de dez anos e os empregados correram cerca de 10 mil milhas e queimaram um milhão de calorias a transportar mais de 2 milhões de garrafas de álcool, o suficiente para encher duas piscinas de tamanho olímpico.
 
O português DJ Vibe foi um dos artistas nacionais que teve a oportunidade de atuar neste grande espaço.
 
{youtube}Rs54kZUm7k8{/youtube}
Publicado em Nightlife
Pág. 2 de 6

Newsletter

Recebe novidades e conteúdos exclusivos no teu e-mail.