25-01-2021
  Diretor Ivo Moreira  \  Periodicidade Diária

Pensar o futuro

Publicado em terça, 15 dezembro 2020 22:17 | Escrito por Ricardo Silva
Pensar o futuro D.R.
Se tivesse de escrever sobre o que se passou este ano na Cultura e mais concretamente nos Djs e/ou na música electrónica, certamente 2 linhas seriam suficientes ou até mesmo um "texto em branco".

O ano de 2020 ainda não terminou e apesar de estarmos quase a entrar em 2021, tudo indica que iremos permanecer em 2020 até ao Verão (para ser optimista). 

Depressivos e apreensivos já todos nós estamos, pelo que resolvi partilhar convosco "um olhar sobre o futuro" e deixar-vos algumas informações do que se está a fazer, pensar e planear para os DJs Portugueses. 

Recentemente (Setembro de 2020) foi criada uma Associação sem fins lucrativos que juntou várias pessoas do sector e que dá pelo nome de "Associação Portuguesa do Entretenimento" que engloba também os DJS e produtores (consultem www.apent.pt).

Esta Associação não tem qualquer valor de inscrição como associado, não cobra qualquer quotização (em virtude da actual ausência de actividade do sector) e não recebeu qualquer apoio financeiro, sendo totalmente suportada pelas verbas e trabalho dos sócios fundadores. Em Janeiro irá ter um espaço físico (sede) para que possa iniciar o seu trabalho social e com espírito de missão onde um dos principais "problemas" para resolver está relacionado com os DJs. 

Os DJs sempre "reclamaram" por não serem ouvidos, reconhecidos como profissão e serem devidamente regulados, mesmo havendo associações específicas mas que pouco ou nada fizeram ou podem fazer devido à sua natureza juridica, falta de representatividade ou interesses próprios. Com esta nova Associação, devidamente enquadrada, legalizada e estruturada, há finalmente condições para "pensar o futuro". 

Os estatutos dão total autonomia aos associados e é deles a associação e não de uma pessoa singular ou um grupo de pessoas, o que permite que TODOS tomem iniciativa e apresentem ideias, projectos e "exigências" que sejam levadas junto das entidades competentes para que haja uma regulamentação, reconhecimento da profissão e principalmente um olhar sobre a importância do papel que o DJ desempenha na Cultura Portuguesa. 

Todos aqueles que agora estão a passar dificuldades, não têm qualquer tipo de apoio, não podem desenvolver projectos, partilhar o seu trabalho por falta de meios físicos e equipamentos, ter perspectivas de futuro, expôr as suas ideias, etc., não terão mais desculpas porque cada associado é "dono" da associação e terá os mesmos direitos (e deveres) que os restantes associados. 

Os tempos estão difíceis e nada podemos fazer sem ser "pensar o futuro" e está nas mãos de cada um de nós, alterar, precaver e melhorar o futuro de todos nós. 

Os meus votos de Boas Festas (na medida do possível) para todos e aproveito para parabenizar o portal 100% DJ por mais um aniversário ao serviço da divulgação e promoção do melhor que fazemos em Portugal nesta área específica que necessita mais que nunca de ser apoiada.
 
Ricardo Silva
DWM Management
Este artigo foi lido 360 vezes